VARIEDADES

Noitão do Belas Artes vai exibir filmes noir, como 'Veludo Azul' e 'Sin City'

26 Abr 2019 - 18h47Por Luiz Carlos Merten

Gênero ou estilo? Os especialistas discutem o que, afinal, é o chamado filme noir. Discutem e polemizam, porque o conceito se aplica a dramas, westerns, até ficções científicas. Há muita controvérsia. Noir virou uma definição para um estilo de filme, independentemente do gênero, baseado em fortes contrastes de luz e sombra, quase sempre desenrolado em ambiente urbano e com temas que giram em torno de homens enganados por mulheres, de homens e mulheres enganados pelas aparências, em busca de algo que não vão conseguir.

O conceito veio da literatura, da narrativa de relatos policiais por grandes escritores. Passou ao cinema com as adaptações de Dashiell Hammett e Raymond Chandler, cujos detetives emblemáticos - Sam Spade e Philip Marlowe - brilharam, em obras cultuadas de John Huston e Howard Hawks, nos anos 1940, como Relíquia Macabra (que foi como se chamou no Brasil O Falcão Maltês) e À Beira do Abismo. Com um 'private eye', o detetive particular, vem sempre a femme fatale, que aumenta o perigo dos homens.

Nesta sexta, 26, o Noitão do Belas Artes paga tributo ao noir por meio de uma seleção de cinco filmes, que farão a delícia dos cinéfilos. Quatro, você entrará no conjunto de salas sabendo quais são. São filmes noir modernos, ou de produção mais recente, que viraram cults - O Destino Baste à Sua Porta, de Bob Rafelson; Veludo Azul, de David Lynch; Los Angeles - Cidade Proibida, de Curtis Hanson; e Sin City - A Cidade do Pecado, de Frank Miller e Robert Rodriguez. O quinto é o tradicional filme-surpresa de todo Noitão que se preze. Qual será? A seguir, as informações sobre os filmes anunciados e conhecidos e algumas possibilidades que poderiam tornar o filme-surpresa ainda mais atraente.

Os filmes

O Destino Bate à Sua Porta

Em 1981, Bob Rafelson fez a terceira adaptação do livro famoso de James M. Cain, que já havia sido levado para as telas duas vezes nos anos 1940. Com Luchino Visconti virou Obsessão, em 1942, e o filme é considerado precursor do neorrealismo. Em 1946, Tay Garnett fez a primeira versão hollywoodiana, com Lana Turner e John Garfield. Ousado para a época, o filme é casto perto da versão de Rafelson, em que Jessica Lange usa toda a sua sensualidade parta enredar Jack Nicholson num plano para matar o marido dela. A cena de sexo dos dois sobre a mesa era, e continua sendo, intensa.

Veludo Azul

O quarto longa de David Lynch - após Eraserhead, O Homem Elefante e Duna - confere às bizarrices anteriores uma dimensão que o catapultou ao panteão dos grandes. Naquela grama verde, é encontrada uma orelha decepada. Kyle McLachlan investiga e chega ao cabaré em que Isabella Rossellini canta Blue Velvet e ao misterioso Dennis Hopper, que domina a perversidade da cidadezinha com seus jogos sadomasoquistas.

Los Angeles - Cidade Proibida

Curtis Hanson ganhou o Oscar de roteiro por essa adaptação do romance de James Ellroy sobre dupla de detetives (Guy Pearce e Russell Crowe) que investiga assassinatos num café exclusivo e descobre esquema de prostituição de luxo acobertado pelo chefe de polícia e figurões da política e da indústria do cinema. Kim Basinger recebeu o prêmio de melhor coadjuvante por sua atuação em Veronica Lake. Um filmaço, mas era o ano de Titanic e não levou os prêmios principais.

Sin City

A graphic novel de Frank Miller adaptada pelo próprio e por Robert Rodriguez. Visual estilizado para o mosaico de histórias que vão ao submundo da cidade do pecado. Um vendedor narra uma história de dependência, um vigilante procura o amor perdido, policial persegue assassino de crianças e ex-prostituta escapa do antigo cafetão com o novo namorado. Elenco de luxo, com Jessica Alba, Rosario Dawson, Mickey Rourke, Clive Owen, Bruce Willis e Benicio Del Toro. Quentin Tarantino dirigiu uma cena. Não serás difícil descobrir qual. Tem a ver com carro, cadáver e um diálogo muito maluco.

O Noitão

Um dos já tradicionais programas do Belas Artes, o Noitão movimenta as madrugadas na esquina da Avenida Paulista com a Consolação, em São Paulo, com sessões mensais. Na programação, filmes envolve três ou mais salas do cinema, com programações diferentes à escolha do cinéfilo. São três longas exibidos em sequência, com sorteios de prêmios, filmes-supresa, música nos intervalos das sessões e café da manhã para os "sobreviventes" da maratona, que encerra na manhã de sábado.

Serviço:

NOITÃO - Cinema Noir

Cine Belas Artes

Rua da Consolação, 2.423

Telefone: (11) 2894-5781

6ª (26), a partir das 23h30

Ingressos: R$ 38,00 e R$ 19,00 (meia, para estudantes e melhor idade) e dão direito a três filmes, exibidos em sequência. Tem poltronas numeradas. Compra na bilheteria ou pelo site

Matérias Relacionadas

Variedades

Show nacional com Ministério Avivah será dia 26, em Jaraguá do Sul 

Evento gratuito integra a programação de aniversário de Jaraguá do Sul e será na área externa do Parque Arena
Show nacional com Ministério Avivah será dia 26, em Jaraguá do Sul 
Segurança

Professor de academia, com mandado de prisão ativo, é preso em Guaramirim

A prisão ocorreu no bairro Bananal do Sul, após a Polícia Militar receber denúncia
Professor de academia, com mandado de prisão ativo, é preso em Guaramirim
Jaraguá do Sul

Divulgada a programação de aniversário de Jaraguá do Sul

Comemoração dos 148 anos do município começa no dia 1º e vai até o fim do mês de julho
Divulgada a programação de aniversário de Jaraguá do Sul
Jaraguá do Sul

Prefeitura apresenta programação de aniversário de Jaraguá do Sul

A data de aniversário é 25 de julho, daqui exatamente um mês, mas as comemorações devem começar na primeira semana de julho
Prefeitura apresenta programação de aniversário de Jaraguá do Sul
Ver mais de Variedades