Variedades

Desenvolvimento na área espacial deve receber mais investimentos

Diretor da Agência Espacial Brasileira, Cristiano Trein, participou da abertura do Universo #VemFazer SESI SENAI e defendeu maior participação do setor privado em pesquisa e para promover a inovação no país

24 Out 2019 - 16h40Por Da Redação
Desenvolvimento na área espacial deve receber mais investimentos - Crédito: Divulgação Crédito: Divulgação

A temática espacial está no dia a dia e todas as pessoas utilizam equipamentos com esse tipo de tecnologia, por isso, os investimentos nesta área devem ser intensificados. A afirmação é do diretor de política espacial e investimentos estratégicos da Agência Espacial Brasileira, Cristiano Trein, que participou nesta quinta-feira (24) da abertura do Universo #VemFazer SESI SENAI, em Jaraguá do Sul. O evento é gratuito e aberto ao público das 8h30 às 20h (exceto no sábado, dia 26, quando o evento se encerra às 14 horas).

“A tendência de ‘miniaturização’ de equipamentos e o barateamento das tecnologias está fazendo com que empreendedores consigam atuar na área espacial e auferir renda que o espaço tem para nos dar”, disse Trein. “Aqui tem um polo importante de possibilidade de investimento e desenvolvimento na área espacial e tecnológica que não pode ser esquecido ou não considerado”, completou.

O presidente da FIESC em exercício, Gilberto Seleme, deus as boas-vindas aos participantes do evento. “Por meio de uma educação mais tecnológica, é possível acessar novas carreiras e também novas culturas. A robótica, por exemplo, tem levado centenas de estudantes a outros países, promovendo um intercâmbio ímpar entre os alunos”, enfatizou. Seleme citou uma pesquisa do Instituto Porvir que mostra que dois terços dos alunos afirmam que olimpíadas de conhecimento, oficinas de criação e mídia e laboratórios ‘não podem faltar’ na escola dos seus sonhos. “Os projetos educacionais de SESI e SENAI se traduzem numa proposta para o desenvolvimento das competências para o século 21, trazendo em sua base tendências e movimentos contemporâneos na educação, como a abordagem STEAM, o movimento maker, a gamificação, a programação e a aprendizagem baseada em projetos.

Por meio do movimento maker e da abordagem STEAM, buscamos instigar e aumentar o interesse dos estudantes em carreiras científicas e tecnológicas, com atividades “mão na massa”, desenvolvidas em equipes, ou seja, o trabalho é, sempre, colaborativo. O principal intuito é fazer do aluno o protagonista do seu desenvolvimento intelectual, por meio de atividades desafiadoras, estimulantes para a solução de problemas, o que será fundamental para o mundo contemporâneo. Esta é a forma mais efetiva e sustentável de prepararmos os nossos jovens e adultos para os desafios do século 21 e da quarta revolução industrial e garantir a implementação da estratégia da FIESC: incluir as pessoas na indústria 4.0 e prepará-las para inovar junto à indústria, que deverá cada vez mais buscar a competitividade por meio da inovação e da internacionalização.

O vice-presidente regional da FIESC, Célio Bayer, destacou o esforço para desenvolver os principais setores econômicos da região. “Criamos o Comitê de Desenvolvimento Regional, que é formado pelas principais lideranças da sociedade civil organizada de nossa região, para ajudar na busca por qualificação nestes setores e para identificar tendências ou entraves para estas rotas”, disse.

“Cooperar para competir tem diferenciado nossos estudantes do SESI e SENAI nos eventos e competições dos quais participamos. Esse é o valor que desejamos que seja o orientador de todas as atividades que serão vivenciadas ao longo desses três dias do evento”, frisou o diretor regional do SENAI/SC, Fabrizio Machado Pereira. “Enfatizamos o espírito de equipe, o compartilhamento de conhecimentos e ideias, a competição com ética e o estímulo à pesquisa matemática, científica e tecnológica para a resolução crítica e criativa de problemas emergentes. Desafios da indústria são, igualmente, desafios do SESI, do SENAI e das pessoas que trabalham conosco”, complementou.

O prefeito de Jaraguá do Sul, Antídio Lunelli, salientou que educação é prioridade para qualquer líder que pense no futuro. “O mundo se transforma com uma velocidade impressionante e preparar nossos estudantes e nossas empresas para se adiantar a estas mudanças para serem agentes promotores de uma nova realidade, é uma das nossas responsabilidades”, afirmou, lembrando que não há oportunidade em um país que não produz e não incentiva o empreendedorismo.

Programação do evento - http://fiesc.com.br/universovemfazersesisenai/programacao


Quer ser o primeiro a saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região? CLIQUE AQUI e receba direto no seu WhatsApp! 

Matérias Relacionadas

Saúde

Retomada vacinação covid para pessoas com 34 anos ou mais em Jaraguá

A vacinação ocorre no pavilhão A do Parque Municipal de Eventos, de segunda a sexta-feira, das 8 às 20h e finais de semana, das 8h às 17h
Retomada vacinação covid para pessoas com 34 anos ou mais em Jaraguá
Economia

Inscrições ao Programa Nascer de Pré-Incubação terminam amanhã

O Programa Nascer de Pré-Incubação de Ideias Inovadoras busca estimular o empreendedorismo inovador e o crescimento econômico. A edição regional deste ano acontecerá no Centro de Inovação Novale Hub
Inscrições ao Programa Nascer de Pré-Incubação terminam amanhã
Economia

Em abril, indústria de SC gerou 4,6 mil novas vagas de emprego

Saúde

Guaramirim fará vacinação da covid nesta sexta-feira em idosos acima de 60 anos

Serão atendidos os idosos pré-cadastrados do número 3511 até o 3751
Guaramirim fará vacinação da covid nesta sexta-feira em idosos acima de 60 anos
Ver mais de Variedades