domingo, 26 de maio de 2019 - 22h42
(47) 3371-1010Central (47) 3372-1010Ao Vivo
Cinema

2ª edição do Festival de Cinema de Jaraguá do Sul inicia nesta quinta-feira

A edição contará com 370 participações de todo o Brasil. Um crescimento de aproximadamente 40% em relação ao primeiro Festival

16 Mai 2019 - 09h30Por Camila Silveira Rosa / Janici Demétrio
2ª edição do Festival de Cinema de Jaraguá do Sul inicia nesta quinta-feira - Crédito: Reprodução Crédito: Reprodução

Tudo começa com um pensamento, que vira uma ideia e vira um roteiro. Depois começa-se a escolha do elenco, figurino, maquiagem e volta-se ao roteiro que é modificado. Quando isso está pronto, busca-se dinheiro e só depois de tudo alinhado, ouve-se as tradicionais falas: "Silêncio no set. Tomada 2, ato 1. Atenção, gravando". E assim nascem os filmes que são apresentandos em Festivais como o de Cannes, na França que iniciou ontem (15) e na 2ª edição do Festival de Cinema de Jaraguá do Sul que inicia hoje (16) às 19 horas, no pequeno teatro da Scar. Os ingressos para a solenidade de abertura, estão esgotados, mas ainda há 240 vagas disponíveis para outras sessões, especial para as duas de sábado (18). Para os três dias de evento, são esperadas 1.380 pessoas.

A edição que é promovida pelo Instituto Fescine, contará com 370 participações de todo o Brasil. Um crescimento de aproximadamente 40% em relação ao primeiro Festival. E boa parte das inscrições, não vieram da região como conta o idealizador do evento, Isaac Huna.

O festival é aberto para a participação de produtores, estudantes, profissionais, amadores e independentes, a escolha dos filmes que passarão não foi uma tarefa nada fácil.

Como o público alvo do evento são as novas gerações, especialmente crianças e adolescentes, foram distribuídos nas escolas 1.140 ingressos. E Isaac diz que eles são o futuro da produção audiovisual.

Na abertura do evento, será exibido o filme “O Vale”, do jaraguaense Guilherme Fernandes. O curta metragem, produzido em parceria com amigos e moradores da região, conta a história de Theu, que depois de 10 anos morando na Itália volta para Jaraguá e reencontra seus colegas do ensino médio.

No mês passado, Guilherme Fenandes participou do Festival de Cinema Independente mais antigo do mundo, criado em 1961, nos Estados Unidos, o World Fest Houston, onde apresentou “O Vale”. A produção levou a categoria GOLD REMI no festival. 

Guilherme Fenandes foi o único representante brasileiro a levar o troféu para a casa. E convida a população a prestigiar o Festival de Cinema de Jaraguá.

Isaac comenta que já se pensa na 3ª edição do Festival e pode vir mudança por aí.

Durante a 2ª edição do Festival de Cinema haverá homenagem, também, à escola estadual Valdete Piazera, local que recebeu uma oficina permanente de cinema, e também a três professores da rede estadual de ensino, envolvidos no projeto literário Entremundos. Do projeto, resultaram quatro volumes do livro “Vale Nota”, editado com contos de alunos e professores. Dos contos, saíram dois curtas-metragens que serão exibidos durante o festival.

O Vale - Trailer from Lucas Bogo on Vimeo.


Quer ser o primeiro a saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região? CLIQUE AQUI e receba direto no seu WhatsApp!

Matérias Relacionadas

Variedades

Filme independente de jaraguaense recebe prêmio nos Estados Unidos

O artista participou na semana passada do Festival de Cinema Independente mais antigo do mundo, criado em 1961, nos Estados Unidos, o World Fest Houston
Filme independente de jaraguaense recebe prêmio nos Estados Unidos
Ver mais de Variedades