CNH

Testes práticos para CNH são retomados em Jaraguá e região

A suspensão ocorreu por conta da operação “Sinal Vermelho”, deflagrada no dia 26 de novembro.

06 Dez 2018 - 12h04Por Ricardo Rabuske
Testes práticos para CNH são retomados em Jaraguá e região -

Após dez dias suspensos, foram retomados nesta manhã de quinta-feira (6), os testes práticos para obter a Carteira Nacional de Habilitação.

A suspensão ocorreu por conta da operação “Sinal Vermelho”, deflagrada no dia 26 de novembro, em Jaraguá do Sul e Região. Um dos presos, o policial civil, avaliador do Ciretran, é acusado de receber propina para facilitar a aprovação de alunos de centros de formação de condutores, nos exames para obtenção de Carteira Nacional de Habilitação (CNH) em Jaraguá do Sul e região.

Conforme o Delegado Regional Adriano Spolaor, a partir de hoje (6) os testes práticos serão executados normalmente.  Spolaor ressalta que agora são dois examinadores, responsáveis por executarem os testes na região e destacou que em no ano que vem há a possibilidade de indicar um terceiro examinador.

Durante a tarde de quarta-feira (5) o Ministério Publico ofereceu denúncia contra sete pessoas, o examinador e seis pessoas donos de quatro autoescolas. As investigações continuam segundo o Delegado Regional Adriano Spolaor, tem muito material apreendido para ser analisado e periciado, além de testemunhas a serem ouvidas.

A denúncia.

Durante a tarde de quarta-feira (5) o Ministério Publico ofereceu denúncia, no documento, o promotor Márcio Cota apontou o avaliador de trânsito e outros seis envolvidos donos de quatro autoescolas que teriam formulado uma organização criminosa para praticar crimes contra a administração pública.

Cada denunciado executava um papel específico dentro da organização criminosa, havia a divisão de tarefas, para praticar os crimes. Durante reuniões periódicas, os proprietários estipulavam os valores da vantagem indevida a ser oferecida ao avaliador de trânsito para cada teste realizado para a obtenção da CNH.

O policial civil valia-se do cargo de servidor para facilitar a retirada do documento. A apuração demonstrou que ele antecipava exames e facilitava, "das mais variadas formas", a realização dos exames práticos, como por exemplo, não requisitando da baliza, manobra obrigatória conforme prevê o Conselho Nacional de Trânsito (CONTRAN).

A operação.

A operação Sinal Vermelho foi deflagrada e realizada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) após instauração de procedimento investigativo da 4ª Promotoria de Justiça da cidade.

Os investigados são suspeitos de oferecer e receber vantagens indevidas para facilitar a aprovação de alunos de centros de formação de condutores nos exames para obtenção de Carteira Nacional de Habilitação (CNH) em Jaraguá do Sul e região. O policial civil era avaliador do Ciretran e responsável pelo teste prático de direção dos novos motoristas habilitados. Segundo a investigação, ele era pago para aprovar mesmo quem visivelmente não estava capacitado.

 A prisão em flagrante foi possível porque ele portava uma arma com numeração raspada na hora da prisão — outras seis pessoas foram presas durante a operação, mas sob regime de prisão temporária.

Matérias Relacionadas

EXCLUSIVO

(VÍDEO) Cão da PM encontra porção de crack avaliada em cerca de R$ 50mil em Jaraguá

Com apoio do cão farejador a droga foi encontrada em menos de 2 minutos.
(VÍDEO) Cão da PM encontra porção de crack avaliada em cerca de R$ 50mil em Jaraguá
Acidente

Trem bate em carro em Jaraguá do Sul

Ninguém se machucou
Trem bate em carro em Jaraguá do Sul
Canil

Cão da PM encontra porção de crack avaliada em cerca de R$ 50mil em Jaraguá

Após fracionada a droga renderia cerca de mil pedras que seriam vendidas por aproximadamente R$50,00 cada.
Cão da PM encontra porção de crack avaliada em cerca de R$ 50mil em Jaraguá
Ver mais de Segurança