Segurança

Homem que abusava de neta é condenado a mais de 18 anos de prisão

Réu abusou sexualmente da vítima dos cinco anos de idade até a adolescência

27 Ago 2020 - 17h03Por Da Redação
Homem que abusava de neta é condenado a mais de 18 anos de prisão -

O Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC) manteve a condenação de um homem denunciado pelo Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) na comarca de Lebon Régis por abusar sexualmente da neta por afinidade dos cinco anos de idade até a adolescência da menina. A pena, no entanto, foi reduzida em segundo grau de 37 anos e quatro meses de prisão para 18 anos e oito meses de reclusão, em regime inicial fechado.

A ação penal ajuizada pela Promotora de Justiça Luciana Leal Musa relata que o homem é pai da madrasta da menina, e convivia como avô da criança desde que esta tinha dois anos de idade. A partir dos cinco anos da menina, o réu passou a aproveitar-se dos momentos em que ficava sozinho com ela para cometer os abusos sexuais. 

A situação perdurou até 2019, quando, aos 14 anos, a menina venceu o medo e contou à família dos abusos que sofria, que denunciou o homem. Durante a investigação dos fatos, foi decretada a prisão preventiva do abusador, atualmente recolhido no Presídio regional de Caçador. 

Em primeiro grau, o homem foi condenado a 37 anos e quatro meses de prisão por cometer cinco atos libidinosos - dois deles tentados - contra criança menor de catorze anos, agravado pelo fato de ter se aproveitado da autoridade familiar que possuía sobre a vítima.

Inconformado com a sentença, o réu apelou ao Tribunal de Justiça, clamando por sua absolvição. Nesta terça-feira (25/8), a Segunda Câmara Criminal do TJSC, julgou a apelação improcedente e manteve a condenação, mas recalculou a pena para 18 anos e oito meses de reclusão, em regime inicial fechado. A decisão é passível de recurso, mas o condenado não poderá fazê-lo em liberdade.

Segundo a Promotora de Justiça, o homem responde, ainda, em outra ação, por estupros que teria cometido contra a própria esposa e a filha, ainda pendente de julgamento. A identidade do réu não é divulgada devido à ação estar em segredo de justiça e para preservar a intimidade da vítima.


Quer ser o primeiro a saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região?CLIQUE AQUIe receba diretono seu WhatsApp! 

Matérias Relacionadas

Segurança

Dupla é presa por estelionato contra cliente de banco em Jaraguá

fato ocorreu na manhã de sábado (24) na Barra do Rio Cerro
 Dupla é presa por estelionato contra cliente de banco em Jaraguá
Segurança

Mulher tem rosto desfigurado após ser agredida pelo marido em Jaraguá

Vítima foi atingida com soco na face
Mulher tem rosto desfigurado após ser agredida pelo marido em Jaraguá
Segurança

Homem furta veículo após comprador não pagar dívida em Jaraguá

Fato ocorreu na noite de sábado (24).
Homem furta veículo após comprador não pagar dívida em Jaraguá
Segurança

Homem é preso após estrangular a companheira em Jaraguá

Segundo a PM, o caso de lesão corporal grave ocorreu na noite de sábado (24)
Homem é preso após estrangular a companheira em Jaraguá
Ver mais de Segurança