terça, 18 de junho de 2019 - 19h42
(47) 3371-1010Central (47) 3372-1010Ao Vivo
Denúncia

50 crianças caem em golpe de pedofilia, em Jaraguá do Sul

Conversamos com psicólogos para saber como identificar que uma criança está sendo vítima de pedofilia

21 Mai 2019 - 11h22Por Camila Silveira Rosa
50 crianças caem em golpe de pedofilia, em Jaraguá do Sul - Crédito: Ilustrativa Crédito: Ilustrativa

Tudo o que nós fazemos ou que os outros fazem para nós, deixam marcas em nossa vida, sejam elas positivas ou negativas. E neste caso, infelizmente elas podem ser para a vida toda. Foi a partir de uma denúncia realizada em 2018, que à Polícia Militar de Jaraguá do Sul, começou uma investigação sobre casos de pedofilia envolvendo menores.

De acordo com o major do 14º BPM, Aires Volnei Pilonetto a operação iniciou no estado do Espírito Santo.

Estima-se que na cidade, foram pelos menos 50 casos deste tipo. A psicóloga social e psicoterapeuta especialista em saúde da família, Luciana Rosa, comenta que a criança que sofre algum tipo de abuso, seja ele físico, emocional ou psicológico, apresenta alguns sinais.

Tanto Luciana quanto a psicóloga Dayane Ruon, comentam sobre a importância de falar sobre isso com a criança.

Depois de detectado que uma fotografia pode ser caracterizada como um abuso, é importante procurar ajuda.

A polícia está pedindo para que os pais conversem com os filhos e perguntem sobre isso. Caso a resposta seja positiva, procure a delegacia e registre um boletim de ocorrência.


Quer ser o primeiro a saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região? CLIQUE AQUI e receba direto no seu WhatsApp!

CMJS - Maio

Matérias Relacionadas

Geral

Em três meses, Jaraguá do Sul registrou 30 denúncias de abuso sexual em crianças e adolescentes

Mais de dez casos de violência sexual contra crianças e adolescentes são registrados por dia em Santa Catariana. Por ano, os números chegam a uma média de 3,8 mil notificações
Em três meses, Jaraguá do Sul registrou 30 denúncias de abuso sexual em crianças e adolescentes
Segurança

Oeste de SC tem maior taxa de casos de violência sexual contra crianças e adolescentes

O número é superior à média nacional, de 2%, e estadual, de 2,7% de casos
Oeste de SC tem maior taxa de casos de violência sexual contra crianças e adolescentes
Ver mais de Segurança