Saúde

Vigilância Epidemiológica intensifica combate à dengue

Moradores devem tomar cuidados e ajudar a evitar a doença

14 Fev 2020 - 06h00Por Da Redação
Vigilância Epidemiológica intensifica combate à dengue - Crédito: Divulgação / PMG Crédito: Divulgação / PMG

Os inúmeros casos de dengue em Santa Catarina, e a infestação em municípios da região, colocam Guaramirim em atenção em relação a doença. Por isso, a Secretaria de Saúde, através da Vigilância Epidemiológica, reforça a fiscalização e o pedido para que a população faça a sua parte e ajude a combater o mosquito Aedes aegypti, causador da dengue e outras doenças.

De acordo com a  Gerente de Vigilância em Saúde, Ana Maria Rodrigues, o trabalho de prevenção feito no município é bastante grande. Guaramirim tem 172 armadilhas e 58 pontos estratégicos de combate a doença, todos monitorados pelos quatro agentes de endemias. “Este ano tivemos quatro focos do mosquito que já foram eliminados, mas o número gera uma preocupação. Sabemos que a doença está pela região, por isso precisamos que as pessoas colaborem e não deixem água parada”, enfatiza.

Em 2019, Guaramirim teve 16 casos de foco de mosquito da dengue e todos foram controlados e eliminados. O município também registrou três casos confirmados da doença, sendo dois em dezembro de 2019 e um no início deste ano. Conforme Ana, estes casos foram importados. Ou seja, pessoas vieram de outros estados com a doença mas já foram tratadas e a doença eliminada. “Apesar de termos a situação sob controle, é preciso que todos fiquem atentos. O cuidado para não ocorrer foco e a doença no município, é cada morador ser responsável por seu terreno evitando água parada. Nosso município está preparado com equipamentos, armadilhas para uma possível infestação do mosquito, mas que para não ocorrer a infestação cada munícipe tem que combatê-la”, reforça. 

A Dengue em Santa Catarina

Segundo Dive (Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina), em levantamento do dia 26 de janeiro, o estado encontra-se com 94 municípios infestados sendo que 1.821 pacientes já tiveram a doença e 50% deles adquiriram dentro do território catarinense. 

Orientações para combater a dengue

Se apresentar sintomas, procure atendimento médico

Os principais sintomas da dengue são febre alta de 39 a 40 graus, num período inicial de 2 a 7 dias, associado com dor de cabeça, fraqueza, dor no corpo, nas articulações e nos olhos. Manchas pelo corpo estão presentes em 50% dos casos. Perda do apetite, náuseas, vômitos também podem estar presentes. 

Se a doença evoluir para o estado grave, pode ocorrer sangramento da mucosa, nariz gengivas e dor abdominal intensa, podendo levar a morte. É de extrema importância procurar atendimento médico assim que apresentar os sintomas.


Quer ser o primeiro a saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região? CLIQUE AQUI e receba direto no seu WhatsApp! 

Matérias Relacionadas

Saúde

Produto bioativo para reduzir maruim já tem efeitos positivos, segundo especialistas

Conforme o pesquisador, nas áreas onde estão ocorrendo os testes, já reduziu a infestação do mosquito
Produto bioativo para reduzir maruim já tem efeitos positivos, segundo especialistas
Saúde

Saúde de Jaraguá organiza novo mutirão de atendimentos

O investimento da Prefeitura será de R$ 3 milhões
Saúde de Jaraguá organiza novo mutirão de atendimentos
Saúde

Médicos vão receber treinamento para febre amarela em Jaraguá

Médicos vão receber treinamento para febre amarela em Jaraguá
Saúde

Mais de 2,5 mil doses de vacinas foram aplicados no dia "D" em Jaraguá

Quase a metade delas foi contra sarampo (558) e febre amarela (622)
Mais de 2,5 mil doses de vacinas foram aplicados no dia "D" em Jaraguá
Ver mais de Saúde