Saúde

Vacinas contra a gripe estão liberadas para toda a população em Jaraguá

Até sexta-feira (26) foram aplicadas 40.436 doses; meta da campanha é de 45 mil

30 Jun 2020 - 10h25Por Da Redação
Vacinas contra a gripe estão liberadas para toda a população em Jaraguá - Crédito: Divulgação Crédito: Divulgação

Termina oficialmente hoje (30), depois de quase dois meses e meio, a Campanha de imunização contra a gripe, que também protege para o  H1N1, H3N2 e influenza B. As doses em estoque estão liberadas para toda a população. A medida é válida, segunda a supervisora de imunização, Ana Kneipp, enquanto durarem os estoques. Até na sexta-feira (26), o total de vacinados em Jaraguá do Sul somava 40.436, ou 89,85% da meta da campanha, que é de 45 mil.

 As doses disponíveis, que a princípio tinham como prioridade os integrantes da terceira e última etapa da campanha como professores e auxiliares de sala, gestantes e puérperas (até 45 dias após o parto), adultos de 55 a 59 anos, pessoas com necessidades especiais e crianças de seis meses a menores de seis anos, estão disponibilizadas para toda a população. Há doses disponíveis em todas as 22 salas de vacinação do município.

Idosos e profissionais da saúde, integrantes da primeira fase, iniciada em 23 de março, foram os grupos de maior procura por imunização. Nos idosos foram aplicadas 2,9 mil doses a mais (a estimativa do IBGE era de 11.750 e 14,7 mil foram imunizadas). O número de vacinas destinadas aos profissionais da saúde também foi acima da média (a previsão média dos anos anteriores, que era 2.336, passou a 3,2 mil).  A primeira etapa, destinada justamente para profissionais da saúde e pessoas com mais de 60 anos, resultou em cobertura 140% e 125%, respectivamente, num universo de 17.990 pessoas.  Segundo Ana, este grupo é, em geral, o que melhor adere à campanha. 

O grupo que puxou o percentual para baixo foi o de gestantes e crianças de seis meses a menores de seis anos. "São grupos que, historicamente, não atingem a meta de 90% estabelecida pelo Ministério da Saúde. Nos últimos anos, foram vacinadas, em média, 80% das crianças. Infelizmente, isso é um reflexo de outros municípios também", pondera.  

Na segunda etapa, a prioridade foram os profissionais da força de segurança e salvamento, caminhoneiros, motoristas de transporte coletivo e portuários, funcionários do sistema prisional, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, população carcerária, portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras transmissões clínicas especiais. Estima-se que cerca de 11 mil pessoas façam parte deste grupo e mais de 10 mil foram imunizadas. Constam nesta soma os integrantes do sistema prisional.

 É importante ressaltar que as pessoas das fases anteriores que ainda não se vacinaram também podem ser imunizadas. A vacina contra a gripe não imuniza contra o Coronavírus, mas o fato da população estar vacinada contra a gripe facilita o diagnóstico da Covid-19.

Índices de vacinação por grupos (meta mínima exigida é de 90%)
O grupo infantil é o que mais preocupa pela baixa adesão dos pais em aderir a prevenção. O panorama se repete em muitas cidades do estado e federações.

Idosos:                                                                14.707 (125.17%)
Trabalhadores de saúde:                                      3.283 (140.5%)
Puérperas:                                                              380 (133.33%)
Gestantes:                                                             1.071 (61.76%)
População adulta de 55 a 57 anos:                       4.243 (72.44%)
Crianças:                                                                6.734 (60%)
Total 1:                                                                  30.418  (91.71%)
 
Outros grupos:
comorbidades:                                                          7.570 vacinados
Professores:                                                             1.158
Motoristas de transporte público/Caminhoneiros:       441
Força de segurança:                                                    167
População privada de liberdade + profissionais:         446 + 56
Pessoas com deficiências:                                          180
Total 2 :                                                                    10.018 
Total geral de doses aplicadas até dia 26/06:     40.436

 
Salas de vacinação:
AMIZADE – Fones: 3371-0245 e 3275-2145 
Unidade Básica de Saúde Germano Hornburg 
Rua: Roberto Zimann, 841, Bairro Amizade.

BARRA DO RIO CERRO – Fone: 3376-1329 
Unidade Básica de Saúde Wolfgang Weege 
Rua: Feliciano Bortolini, 1246, Bairro Barra do Rio Cerro.

BOA VISTA - Fones: 3376-5797 e 3371-5833 
Unidade Básica de Saúde Rosivaldo Inosoja de Farias
Rua 1190 Francisco Jacomini 211.

SÃO LUÍS - CAIC – Fones: 3370-8710 e 3370-1749 
Unidade Básica de Saúde Renato Pradi 
Rua: Carlos Tribess, 150 , Bairro São Luís.

CHICO DE PAULO – Fone: 3275-0946 
Unidade Básica de Saúde Reinholdo Wuerges
Rua Erico Negherbon, 76, Chico de Paulo.

ESTRADA NOVA - Fone: 3276-0690
Unidade Básica de Saúde Mathilde Sebold Blunk
Rua Ingo Blunk, 110, Estrada Nova.

ILHA DA FIGUEIRA – Fones: 3370- 4014 e 3374-2733
Unidade Básica de Saúde Jaquelini Francener Ilha da Figueira 
Rua: João Sanson, 156, Bairro Ilha da Figueira.

JARAGUÁ 99 – Fone: 3376-4761 
Unidade Básica de Saúde Oscar Oldenburg 
Rua 502 Bertha Weege, s/n, Bairro: Jaraguá 99.

JOÃO PESSOA – Fones: 3307-5362 e 3370-2299 
Unidade Básica de Saúde Germano Sacht 
Rua: Iolanda Ruth Rohweder Sacht, Bairro João Pessoa.

NEREU RAMOS – Fone: 3276-0211 
Unidade Básica de Saúde Padre Antonio Enchelmeyer 
Rua: André Voltolini, 915, Bairro Nereu Ramos

RAU – Fone: 3371-9686 
Unidade Básica de Saúde Dr Alexander Otsa 
Rua Prefeito José Bauer, 557, Bairro Rau.

RIO DA LUZ – Fone: 3276-3163 
Unidade Básica de Saúde Cirilo Reinke 
Rua: Georg Reinke, 863, Bairro Rio da Luz.

RIO MOLHA – Fones: 3371-6340 e 3371-6350 
Unidade Básica de Saúde Amabile Pedrotti 
Rua: Adolfo Antonio Emmendoerfer, 2675, Bairro Rio Molha.

RIO CERRO II – Fone: 3273-1077 
Unidade Básica de Saúde Ricardo Roeder 
Rua: ROD SC 416, KM 26, Bairro Barra do Rio Cerro.

SANTA LUZIA – Fone: 3274-8149 
Unidade Básica de Saúde Ana Pretti Pedri 
Rua: Emídia Prestini Gacho, 101, Bairro Santa Luzia.

SANTO ESTÊVÃO – Fones: 3307-0316 e 3307-4681
Unidade Básica de Saúde Santo Estevão 
Rua: JGS 461, 1788, Localidade Garibaldi (zona rural).

SANTO ANTÔNIO – Fone: 3276-0570 
Unidade Básica de Saúde Dr. Agostinho Luis Bianchi 
Rua: Maximino Beber, 595, Bairro Três Rios do Norte.

TIFA SCHUBERT – Fone: 3376-6233
Unidade Básica de Saúde Dr. Luís Martins Gonçalves 
Rua: Annieta Mathias Enke, 550, Bairro Amizade.

VILA NOVA – Fones: 3372-1594 e 3370-6934
Unidade Básica de Saúde Adilson Bassani 
Rua: 25 de Julho, 576, Bairro Vila Nova.

VILA LENZI – Fone: 3371-6495 
Unidade Básica de Saúde Dr. Erich Kauffmann 
Rua: Onélia Hort, 208, Bairro Vila Lenzi.

VILA LALAU – Fones: 3371-8243 e 3275-3213  
Unidade Básica de Saúde Dr. Álvaro Batalha 
Rua: Dona Mathilde, 375, Bairro Vila Lalau.

UNIDADE BÁSICA CENTRAL – CENTRAL DE VACINAS – Fones: 3276-8900 e 3276-8912 
Rua Reinoldo Rau, 123, Centro. Horário de atendimento: 7h30 às 16h15.

Matérias Relacionadas

Jaraguá do Sul

Médicos alertam para pico da doença e necessidade de medidas de prevenção

Para os profissionais de saúde, aumento de casos é reflexo de atitudes contrárias às recomendações sanitárias
Médicos alertam para pico da doença e necessidade de medidas de prevenção
Política

Presidente Jair Bolsonaro testa positivo para covid-19

Resultado do exame realizado ontem saiu nesta terça-feira
Presidente Jair Bolsonaro testa positivo para covid-19
Saúde

Atendimento no Pama cresce nas últimas semanas

Casos confirmados também apresentam tendência de crescimento
Atendimento no Pama cresce nas últimas semanas
Saúde

Médico da rede pública alerta sobre casos de Coronavírus

Ele fez um alerta à população de toda a região sobre o aumento de casos de coronavírus, internações e pacientes com insuficiência respiratória
Médico da rede pública alerta sobre casos de Coronavírus
Ver mais de Saúde