dengue
Saúde

Santa Catarina tem dez casos de febre do maruim

Os sintomas da doença são parecidos com os da dengue e da chikungunya: dor de cabeça, dor muscular, dor nas articulações, náusea e diarreia. Não existe tratamento específico.

17 Mai 2024 - 10h19Por Janici Demetrio
Santa Catarina tem dez casos de febre do maruim  - Crédito: Rádio Jaraguá Crédito: Rádio Jaraguá

A Secretaria de Estado da Saúde confirmou mais cinco casos de Febre do Oropouche em Santa Catarina. Foram quatro casos em Brusque e um em Luiz Alves.

Com isso, o Estado já tem dez casos confirmados da doença, sendo quatro em Brusque, cinco em Botuverá e um em Luiz Alves.

Conforme a Secretaria de Estado da Saúde, uma série de ações complementares no local serão desenvolvidas pelas Secretarias Municipais em conjunto com o Estado, como sistematizar as informações dos casos suspeitos e confirmados (deslocamentos, sintomas, quadro clínico etc), coleta de vetores para levantamento entomológico e encaminhamento de amostras de outros pacientes para testagem pelo Laboratório Central de Saúde Pública de Santa Catarina, com o objetivo de fortalecer a vigilância da doença.

Os sintomas da Febre do Oropouche, também conhecida como febre do maruim, são parecidos com os da dengue e da chikungunya: dor de cabeça, dor muscular, dor nas articulações, náusea e diarreia. Não existe tratamento específico. Os pacientes devem permanecer em repouso, com tratamento sintomático e acompanhamento da rede municipal de saúde.
Casos no país

Dados divulgados nesta terça-feira (14) pelo Ministério da Saúde mostram que os casos de febre Oropouche, também conhecida como "Febre do Maruim", estão se espalhando pelo Brasil. O país contabiliza, neste momento, 5.102 casos da doença, sendo 2.947 no Amazonas e 1.528 em Rondônia.

Os demais casos foram registrados ou estão em investigação na Bahia, Acre, Espírito Santo, Pará, Rio de Janeiro, Piauí, Roraima, Santa Catarina, Amapá, Maranhão e Paraná. 

A maioria dos casos de febre Oropouche no país foi diagnosticada em pessoas com idade entre 20 e 29 anos. As demais faixas etárias mais afetadas pela doença são 30 a 39 anos, 40 a 49 anos e 10 a 19 anos.  

Quer saber das notícias de Jaraguá do Sul e região? Participe dos nossos grupos do WhatsApp ou no Telegram

Sintonize, siga e curta a Rádio Jaraguá em todas as plataformas

Insta: @radiojaragua

Face: /fmjaragua

Site: www.diariodajaragua.com.br

Matérias Relacionadas

Saúde

Santa Catarina ultrapassa os cem casos de febre do maruim

Na região do Vale do Itapocu já são dez casos da doença
Santa Catarina ultrapassa os cem casos de febre do maruim
Saúde

Ortopedistas alertam para risco de queda de idosos; saiba como evitar

Dia Mundial de Prevenção de Quedas em Idosos é lembrado nesta segunda
Ortopedistas alertam para risco de queda de idosos; saiba como evitar
Saúde

Caropreso alerta para risco da baixa adesão à campanha de vacinação contra a pólio

"É algo que preocupa muito. Esse resultado é um desastre"
Caropreso alerta para risco da baixa adesão à campanha de vacinação contra a pólio
Geral

Hospital Jaraguá arrecada alimentos e materiais de higiene para o RS 

O objetivo é arrecadar donativos para apoiar as famílias afetadas pelas enchentes no Rio Grande do Sul, com foco especial nas crianças
Hospital Jaraguá arrecada alimentos e materiais de higiene para o RS 
Ver mais de Saúde