Unimed
Saúde

Santa Catarina já aplicou 290 mil doses de vacina contra a covid-19

A Secretaria de Estado da Saúde de Santa Catarina (SES) emitiu nota de alerta aos municípios catarinenses para que eles definam estratégias para acelerar a vacinação contra a Covid-19.

05 Mar 2021 - 19h05Por Janici Demetrio
Santa Catarina já aplicou 290 mil doses de vacina contra a covid-19 - Crédito: Julio Cavalheiro / Secom Crédito: Julio Cavalheiro / Secom

O balanço parcial de vacinação divulgado nesta sexta-feira, 5, pela Secretaria de Estado da Saúde de Santa Catarina mostra que Santa Catarina aplicou, até o momento, 290.320 doses da vacina contra o novo coronavírus. Deste total, 221.391 correspondem à primeira dose (D1) e 68.929 à segunda (D2), um aumento de 22.186 doses (D1+D2) aplicadas em um comparativo com o boletim anterior, divulgado na quarta, 3 de março. O balanço é elaborado pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive) com informações fornecidas pelos municípios catarinenses.

Os grupos prioritários que estão sendo vacinados neste momento são: os trabalhadores da saúde, os idosos e pessoas com deficiência institucionalizados, a população indígena e os idosos com mais de 80 anos.

Saúde recomenda que municípios intensifiquem a vacinação
A Secretaria de Estado da Saúde de Santa Catarina (SES) emitiu nota de alerta aos municípios catarinenses para que eles definam estratégias para acelerar a vacinação contra a Covid-19. O documento solicita que, a partir do recebimento de nova remessa de doses, os municípios deem imediata continuidade à aplicação das vacinas nos grupos prioritários.

“A nossa orientação é para que as doses sejam aplicadas assim que chegarem aos municípios. Caso um município encerre a vacinação nos idosos com 80 ou mais, por exemplo, ele tem autonomia para iniciar a vacinação nos idosos com 79 anos, 78 anos e assim sucessivamente”, explica a gerente de imunização da Dive, Arieli Fialho.

Importante ressaltar que a pessoa só pode ser considerada imunizada após ter tomado duas doses da vacina. Além disso, a imunidade não começa imediatamente após a aplicação da segunda dose. Estudos preliminares indicam que o prazo para que a pessoa possa ser considerada imunizada, após a aplicação da segunda dose, é de 2 a 4 semanas, que é o tempo que o sistema imunológico leva para criar anticorpos neutralizantes que impedem a entrada do vírus nas células.

Por esse motivo, é de extrema importância que todos aqueles que já tomaram as duas doses da vacina continuem seguindo todas as medidas de prevenção, como o uso de máscara, higienização das mãos e distanciamento social.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Saúde

Mulher de 31 anos morre vítima de covid-19 em Jaraguá

Vítima não tinha comorbidades, segundo a Secretaria de Saúde
Mulher de 31 anos morre vítima de covid-19 em Jaraguá
Saúde

Guaramirim terá aplicação da segunda dose contra a covid-19 no sábado (24)

Será preciso apresentar documento de identificação com foto e a carteira de vacinação para que a imunização seja devidamente registrada
Guaramirim terá aplicação da segunda dose contra a covid-19 no sábado (24)
Saúde

Hospital Santo Antônio passa por obras de melhorias

Hospital Santo Antônio passa por obras de melhorias
Geral

Entra em vigor lei do teste de paternidade em parentes de suposto pai

O teste em parentes consanguíneos poderá ser autorizado por um juiz
Ver mais de Saúde