dengue
Saúde

Programa de combate à obesidade tem oficina com nutricionista

No início do encontro, a coordenadora do curso de Nutrição da Unisociesc, Camila Spinelli, deu dicas de como os alimentos devem ser preparados

05 Nov 2019 - 06h00Por Da Redação

Uma tarde inteira aprendendo receitas saborosas, nutritivas e de baixas calorias. Assim foi esta segunda-feira, 4 de novembro, para cerca de 30 integrantes do Programa Viva Mais Leve, desenvolvido pela Prefeitura de Jaraguá do Sul por meio da Secretaria Municipal de Saúde.

No início do encontro, a coordenadora do curso de Nutrição da Unisociesc, Camila Spinelli, deu dicas de como os alimentos devem ser preparados. Ela destacou os perigos do sal em excesso a um grupo que luta contra a balança e busca mudar os hábitos.

Depois, com a mão na massa, ou melhor em um monte de frutas e legumes, eles aprenderam a fazer panqueca de banana e ovo, bolo de microondas de banana e aveia, assado de brócolis e cenoura, patê de berinjela e suco de casca de abacaxi. Foi de dar água na boca.

Atenta a todos os detalhes estava Soeli Kleemann (cozinhando ao lado), de 53 anos, ela entrou no programa em maio e, desde lá, perdeu 22 quilos, passando dos 102 para os 82 quilos e diz que já desistiu de fazer cirurgia bariátrica, que antes parecia ser a única solução. “Não vou precisar. Vou tentar perder mais cinco ou dez quilos e estou satisfeita”, comemora.

Soeli lembra que começou a ter problemas com a balança aos 20 anos, logo após a primeira gravidez. Os hábitos alimentares da família e a tendência genética também não ajudavam. “Comia errado, à noite era pão e pão. Sempre tomava suco de saquinho com açúcar ou refrigerante. Agora é só água lá em casa”, sorri. Segundo ela, participar das reuniões em grupo é um grande incentivo para buscar uma transformação na rotina.

A farmacêutica Katrin Grützmacher é uma das coordenadoras do Viva Mais Leve. O programa oferece apoio de diversos profissionais como nutricionista, educador físico, endocrinologista, farmacêutico e psicóloga. Os participantes têm encontros mensais durante dois anos e, quando necessário, são encaminhados para cirurgia bariátrica. Segundo Katrin, o encaminhamento deve ser feito por um médico ou enfermeiro de um dos 27 unidades de saúde do Município. Cada turma inicia em média com 100 pessoas.


Quer ser o primeiro a saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região? CLIQUE AQUI e receba direto no seu WhatsApp! 

Matérias Relacionadas

Saúde

Dia D da vacinação contra a dengue acontece neste sábado (2) em Guaramirim

Ação será realizada das 8h às 16h, no Centro
Dia D da vacinação contra a dengue acontece neste sábado (2) em Guaramirim
Saúde

Guaramirim inicia pulverização de inseticida

Ação é uma das medidas adotadas pela Prefeitura para o combate à dengue
Guaramirim inicia pulverização de inseticida
Saúde

Dia D de vacinação contra a dengue ocorre amanhã em Jaraguá do Sul

Três Unidades de Saúde vão estar abertas para receber o público-alvo da campanha: crianças de 10 e 11 anos
Dia D de vacinação contra a dengue ocorre amanhã em Jaraguá do Sul
Saúde

Hospital Jaraguá comemora 58 anos com programação dedicada aos colaboradores

Para marcar a data, uma programação interna envolveu todos os colaboradores.
Hospital Jaraguá comemora 58 anos com programação dedicada aos colaboradores
Ver mais de Saúde