Covid - 19
Saúde

Maçaneta, corrimão e materiais de cobre matam covid em 4 horas

De acordo com o cientista, quando o coronavírus atinge o cobre, os íons metálicos – átomos carregados eletricamente – atacam a membrana lipídica do vírus

06 Jun 2020 - 08h00Por Da Redação
Maçaneta, corrimão e materiais de cobre matam covid em 4 horas - Crédito: Reprodução / Daily Mail Crédito: Reprodução / Daily Mail

Maçanetas, corrimãos e carrinhos de compras devem ser revestidos de cobre para evitar a propagação do coronavírus, alertou um cientista britânico em reportagem publicada pelo Daily Mail.

William Keevil, um microbiologista sênior da Universidade de Southampton, afirmou que a infecção pode sobreviver e permanecer contagiosa em aço e plástico por três dias, mas o coronavírus é eliminado em apenas quatro horas no cobre por causa das propriedades antibacterianas do metal, informou o jornal britânico.

De acordo com o cientista, quando o coronavírus atinge o cobre, os íons metálicos – átomos carregados eletricamente – atacam a membrana lipídica do vírus, a estrutura que o protege.  

O cobre então invade a estrutura proteica, destrói o DNA do vírus e ele morre. 

Por isso, o cientista sugeriu a adoção de cobre no transporte público e em equipamentos de ginástica, para serem revestidos com metal.

O professor William Keevil disse à Times que os ônibus na Polônia já são equipados com corrimãos banhados a cobre.

Ele lembrou também que em aeroportos no Chile e no Brasil quiosques de imigração são revestidos de metal.

E falou que algumas academias – repletas de bactérias e outros germes infecciosos – já cobriram halteres e outros equipamentos com cobre nos Estados Unidos.

O professor Keevil – que estuda os efeitos antimicrobianos do cobre há mais de duas décadas – disse que telas em restaurantes de fast-food e caixas eletrônicos também podem se beneficiar com o metal. 

Um estudo dos EUA, feito em novembro passado, descobriu que os leitos hospitalares de cobre em unidades de terapia intensiva abrigavam uma média de 95% menos bactérias do que os leitos hospitalares convencionais.

“Maçanetas, canos de pressão nas portas e trilhos de escadas em edifícios públicos, bem como trilhos de ônibus e trens, todos devem ter elementos de cobre introduzidos no Reino Unido”, concluiu.

Lembrando, que superfícies de cobre, também dever ser higienizadas!

Fonte: SóNotíciaBoa


Quer ser o primeiro a saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região?CLIQUE AQUIe receba diretono seu WhatsApp! 

Matérias Relacionadas

Saúde

Covid-19: Brasil registra 41,8 mil novos casos e 1.300 óbitos em 24h

Até o momento, 1.209.208 de pessoas se recuperaram da doença
Covid-19: Brasil registra 41,8 mil novos casos e 1.300 óbitos em 24h
Saúde

Fiocruz e Vale investem em sequenciamento do genoma do coronavírus

Projeto Genoma Covid-19 está na fase de finalização de contratos
Fiocruz e Vale investem em sequenciamento do genoma do coronavírus
Saúde

Bombeiros redobram cuidados para evitar contaminação durante atendimentos

O comandante local Neilor Vincenzi explica sobre os procedimentos que foram adotados
Bombeiros redobram cuidados para evitar contaminação durante atendimentos
Saúde

Presidente de Associação Médica explica procedimentos sobre a estatística dos casos de COVID-19

A Rádio Jaraguá entrou em contato com o presidente da Associação Médica de Jaraguá do Sul, Rodrigo Ferreira de Souza, que integra o comitê extraordinário municipal de enfrentamento à COVID-19
Presidente de Associação Médica explica procedimentos sobre a estatística dos casos de COVID-19
Ver mais de Saúde