Campanha Multivacinação
Saúde

Jaraguá lança campanha alusiva ao Dia Mundial da Luta contra a Aids

Devido à pandemia, iniciativa terá formato de vídeo para ser divulgado em redes sociais e terá público mais jovem como foco principal

01 Dez 2020 - 15h00Por Janici Demetrio

Em alusão ao Dia Mundial de Luta Contra a Aids, celebrado em 1º de Dezembro, a Secretaria Municipal de Saúde de Jaraguá do Sul irá lançar uma campanha no formato de um vídeo que será divulgado em redes sociais tendo como foco principal a prevenção contra essa doença. De acordo com a supervisora do Serviço de Atenção Especializada em HIV/Aids e Hepatites Virais (SAE) e do Centro de Testagem e Aconselhamento (CAT) da Diretoria de Vigilância em Saúde, Leníria de Cássia Menel, a escolha de uma campanha em redes sociais se deu pelo fato do alcance de divulgação, principalmente entre a população mais jovem que é mais atingida pelo HIV e considerada prioritária para as ações de prevenção. Além disso, pela questão da pandemia da Covid-19 que impossibilitou iniciativas que pudessem ocasionar aglomeração de pessoas. O objetivo é que as pessoas que tenham acesso ao vídeo reflitam, sejam sensibilizadas e compartilhem a informação.

"As pessoas que vivem com HIV ou Aids em Jaraguá do Sul, têm assistência ao tratamento realizado no Serviço de Atenção Especializada em HIV/Aids e Hepatites Virais (SAE) que também atende quem reside em Guaramirim, Corupá, Schroeder e Massaranduba", destaca Leníria. O serviço conta uma equipe formada por enfermeira, recepcionista, médico infectologista, médica pediatra, técnica de enfermagem, psicóloga, assistente social e farmacêutica.

Atualmente o diagnóstico é realizado com o uso do Teste Rápido que está disponível em todas as Unidades de Saúde, hospitais e no CTA. Ao receber um diagnóstico de HIV o paciente é acolhido pela psicóloga e orientado sobre os próximos passos para o seu tratamento, como exames laboratoriais, consultas de enfermagem e com médico, dispensação de medicação pela farmacêutica, questões de garantia de direitos com assistente social e demais encaminhamento que fizerem necessários.

O CTA também conta com equipe e espaços próprios sendo responsável pelas ações de prevenção às Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST) , ao HIV e Hepatites Virais. Como estratégia de prevenção, o centro incentiva e realiza a testagem, ações como palestras e oficinas, fornece insumos como preservativos masculinos e femininos para empresas, casas noturnas, comunidades terapêuticas, Unidades de Saúde, abrigos e escolas.

HIV e Aids – De acordo com a supervisora do SAE/CTA ter o HIV não é a mesma coisa que ter Aids. "É possível viver muitos anos com o HIV sem apresentar sintomas e sem desenvolver a doença, que é a Aids. Mesmo não estando doente, a pessoa infectada pode transmitir o vírus a outras pessoas pelas relações sexuais desprotegidas, pelo compartilhamento de seringas contaminadas ou de mãe para filho durante a gravidez e a amamentação, quando não tomam as devidas medidas de prevenção. Por isso, é sempre importante fazer o teste e se proteger em todas as situações, ponderou Leníria.

Antes do ano de 2014 somente os casos de Aids em Jaraguá do Sul eram de notificação compulsória, a partir daquele ano, passam também a ser notificados os casos de HIV. Segundo a supervisão do SAE/CTA foi considerável nos últimos anos a ampliação da testagem rápida para HIV no município, com a realização de ações de testagem rápida em praças, empresas, escolas técnicas e faculdades, capacitação dos profissionais da saúde, a organização da logística da distribuição dos testes rápidos.

Muitas mudanças aconteceram depois de mais de 30 anos como a evolução do tratamento dessa doença. Novas tecnologias disponíveis para a prevenção mas, apesar de todas as descobertas e evoluções, duas grandes dificuldades a serem enfrentadas continuam sendo o estigma e o preconceito. "Infelizmente isso ainda impede que pessoas que vivem bem e saudáveis com o HIV consigam falar para os amigos, colegas de trabalho ou na própria família sobre sua condição. Muitos ainda não sabem que uma pessoa que descobre o HIV e que faz o tratamento adequadamente pode ter uma vida saudável, continuar a trabalhar, namorar, planejar e viver como grande parte das pessoas", ponderou a supervisora.


 

 

O que é Aids? Sigla em inglês para a Síndrome da Imunodeficiência Adquirida (Acquired Immunodeficiency Syndrome), é uma doença do sistema imunológico humano resultante da infecção pelo vírus HIV

O que é HIV? HIV é a sigla em inglês do vírus da imunodeficiência humana. Causador da aids, ataca o sistema imunológico, responsável por defender o organismo de doenças.

Como transmite

Transmissão sexual: relação sexual sem uso de preservativo;

Transmissão por contato com sangue, por meio de compartilhamento de seringas, agulhas, lâminas de barbear, alicates de unha e outros objetos que furam ou cortam;

Transmissão vertical (da mãe para o bebê): pode ocorrer durante a gravidez, parto ou amamentação.

A transmissão por meio de transfusão de sangue ou hemoderivados, muito comum no passado é atualmente considerada rara. Isso se dá pelo fato de atualmente haver um maior controle, com a melhoria das tecnologias de triagem de doadores e sistemas de controle de qualidade mais eficientes.

Como não transmite

Beijo no rosto ou na boca;

Suor e lágrima;

Picada de inseto;

Aperto de mão ou abraço;

Sabonete/toalha/lençóis;

Talheres/copos;

Assento de ônibus;

Piscina;

Banheiro;

Doação de sangue;

Pelo ar.

Tratamento: Desde 1996, o Brasil distribui gratuitamente pelo SUS (Sistema Único de Saúde) todos os medicamentos antirretrovirais e, desde 2013, o SUS garante tratamento para todas as pessoas vivendo com HIV (PVHIV), independentemente da carga viral.

Também pode-se dizer que o tratamento pode ser usado como uma forma de prevenção muito eficaz para pessoas vivendo com HIV, evitando, assim, a transmissão do HIV por via sexual.
 

Matérias Relacionadas

Saúde

Hospital Jaraguá promove caminhada no sábado 

A iniciativa é realizada por meio do Programa EstarLev e tem como objetivo incentivar a prática de atividades físicas e hábitos mais saudáveis
Hospital Jaraguá promove caminhada no sábado 
Saúde

Jaraguá libera reforço da vacina contra a covid-19 para quem tomou a D2 até 21 de abril

Pessoas com 30 anos ou mais e trabalhadores da saúde que fizeram a 3ª dose há quatro meses, já podem tomar a 4ª dose
Jaraguá libera reforço da vacina contra a covid-19 para quem tomou a D2 até 21 de abril
Saúde

Santa Catarina tem 36 casos confirmados de varíola dos macacos 

Mais de 130 casos seguem em investigação
Santa Catarina tem 36 casos confirmados de varíola dos macacos 
Saúde

Guaramirim tem novo espaço para aplicação de vacinas especiais

Estrutura começa a funcionar nesta segunda-feira (15)
Guaramirim tem novo espaço para aplicação de vacinas especiais
Ver mais de Saúde