Unimed
Coronavírus

Isolamento no Reino Unido pode durar 6 meses

Médica alerta para risco de segunda onda da doença

30 Mar 2020 - 09h53Por Agência Brasil

Os britânicos podem estar sujeitos a alguma forma de isolamento por seis meses ou mais, disse a chefe médica adjunta da Inglaterra, Jenny Harries, alertando que o país corre o risco de uma segunda onda de coronavírus se a medida for retirada muito rapidamente.

O governo informou que revisará em três semanas as medidas de isolamento adotadas na segunda-feira (23). Harries disse que é muito cedo para saber se elas tiveram o efeito desejado de reduzir o pico de propagação do vírus no Reino Unido.

"Não devemos, de repente, voltar ao nosso modo de vida normal, isso seria bastante perigoso. Se pararmos, todos os nossos esforços serão desperdiçados e poderemos potencialmente ver um segundo pico", afirmou Harries, em entrevista coletiva.

"Com o tempo, provavelmente nos próximos seis meses, teremos uma revisão a cada três semanas, veremos para onde estamos indo. Precisamos manter essa proteção e, gradualmente, poderemos ajustar algumas das medidas de distanciamento social e, gradualmente, todos nós voltamos ao normal", afirmou.

Harries acrescentou que isso é um "objetivo em movimento" e "precisamos apenas esperar para ver o sucesso que estamos tendo".

 

Matérias Relacionadas

Saúde

Mulher de 21 anos morre vítima de covid em Jaraguá

Foram quatro mortes nas últimas 48 horas no município
Mulher de 21 anos morre vítima de covid em Jaraguá
Saúde

AstraZeneca: Gestantes e puérperas podem tomar D2 de outro imunizante

A preferência é que seja com a Pfizer. Na ausência da vacina deste fabricante, a Coronavac (Sinovac/Butantan) também poderá ser usada como segunda dose
AstraZeneca: Gestantes e puérperas podem tomar D2 de outro imunizante
Saúde

Jaraguá suspende vacinação contra a covid por falta de doses

Assim que receber novas doses município retomará a vacinação para primeira dose. A aplicação da segunda dose segue normalmente
Jaraguá suspende vacinação contra a covid por falta de doses
Saúde

Covid-19: número de regiões em risco gravíssimo cai para três em SC

As regiões da Foz do Rio Itajaí, Médio Vale do Itajaí e Nordeste permaneceram classificadas com o nível máximo de atenção
Covid-19: número de regiões em risco gravíssimo cai para três em SC
Ver mais de Saúde