Saúde

Hospital do Rio usa pele de tilápia para tratar queimaduras

O hospital informou que duas pacientes com queimaduras graves foram tratadas logo no primeiro mês com a pele do peixe de água doce, e apresentaram cicatrização mais rápida e com menos queixas de dor

11 Jan 2020 - 06h00Por Da Redação
Hospital do Rio usa pele de tilápia para tratar queimaduras - Crédito: Divulgação Crédito: Divulgação

Lembra da pele de tilápia – que em 2017 foi usada para tratar queimados em Fortaleza, no Ceará e depois foi levada pela Nasa em 2019 para testes em órbita? – Agora a pele do peixe brasileiro também está sendo usada para tratamento de queimados no Rio de Janeiro, no Hospital Municipal Souza Aguiar.

O CTQ – Centro de Tratamento de Queimados – da unidade hospitalar é o primeiro do Estado a utilizar a técnica desenvolvida pela UFC (Universidade Federal do Ceará).

O hospital informou que duas pacientes com queimaduras graves foram tratadas logo no primeiro mês com a pele do peixe de água doce, e apresentaram cicatrização mais rápida e com menos queixas de dor.

“A pele de tilápia é um curativo biológico e tem apresentado resultados terapêuticos melhores até do que a pele de cadáver”, disse ao R7 a chefe do CTQ do Hospital Municipal Souza Aguiar, a cirurgiã plástica Irene Daher.

Ela explicou como a pele do peixe é usada:

“O material é hidratado e aplicado diretamente sobre as queimaduras, sem a necessidade de pomadas ou outros insumos. Conforme as lesões vão cicatrizando, a pele de tilápia vai se soltando. Os pacientes relatam coceira neste período final, o que é uma reação típica do processo de cicatrização”, contou.

Desinfecção

Para ser utilizada, a pele da tilápia passa por um processo de preparo e desinfecção que inclui exposição a raios gama (radiação).

O material resistente, elástico e rico em colágeno pode permanecer no local por até 10 dias, o que reduz os riscos de infecção e custo do tratamento pela metade.

O material aguarda a licença definitiva da Anvisa – Agência Nacional de Vigilância Sanitária – para poder ser utilizado em tratamentos de queimaduras em todo o SUS Sistema Único de Saúde).

Fonte: SóNotíciaBoa


Quer ser o primeiro a saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região? CLIQUE AQUI e receba direto no seu WhatsApp! 

Matérias Relacionadas

Saúde

Ministro da Saúde visita Hospital Santa Isabel em Blumenau

Marcelo Queiroga foi recebido pelo Diretor de Operações da instituição
Ministro da Saúde visita Hospital Santa Isabel em Blumenau
Saúde

Jaraguá suspende aplicação da primeira dose de vacina contra a covid

Assim que receber nova remessa de vacinas do Governo do Estado, a Secretaria Municipal de Saúde retomará o Plano Nacional de Imunização Contra a Covid-19, seguindo as orientações do Ministério da Saúde
Jaraguá suspende aplicação da primeira dose de vacina contra a covid
Saúde

SC ultrapassa 5 milhões de doses aplicadas contra a Covid-19

O total de pessoas completamente imunizadas em Santa Catarina já é maior do que o número dos que foram infectados, desde o início da pandemia
SC ultrapassa 5 milhões de doses aplicadas contra a Covid-19
Saúde

Jaraguá libera vacina contra a covid-19 para pessoas com 32 anos

Jaraguá libera vacina contra a covid-19 para pessoas com 32 anos
Ver mais de Saúde