quinta, 20 de junho de 2019 - 18h15
(47) 3371-1010Central (47) 3372-1010Ao Vivo
Saúde

Doenças erradicadas podem voltar por falta de vacinação

Ana Cristina Kneipp, cita como exemplo a Campanha de Vacinação contra a Influenza, cuja procura ficou abaixo do esperado, especialmente no público infantil

11 Jun 2019 - 06h00Por Janici Demetrio
Doenças erradicadas podem voltar por falta de vacinação - Crédito: Ilustrativa Crédito: Ilustrativa

Para uns, descrença e indignação. Para outros, questão de liberdade e decisão individual e particular. Entre os extremos, inúmeros argumentos e questões sobre a gravidade da queda de cobertura vacinal entre os brasileiros. Tanto entre crianças e adolescentes, quanto na população adulta e idosa. Por conta disso, doenças já erradicadas no Brasil voltaram a ser motivo de preocupação entre profissionais de saúde. E as baixas coberturas vacinais, de acordo com o próprio Ministério da Saúde, acendem "uma luz vermelha" no país.

Em Jaraguá, a situação não é diferente, a enfermeira do setor de imunização da Secretaria de Saúde, Ana Cristina Kneipp, cita como exemplo a Campanha de Vacinação contra a Influenza, cuja procura ficou abaixo do esperado, especialmente no público infantil.

Depois de ser eliminado das Américas em 2016 segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), em 2018 o sarampo voltou a ser uma preocupação brasileira com a ocorrência de surtos. Como a única forma de prevenção da doença é a vacina, a baixa cobertura vacinal é apontada como principal causa para a doença ter retornado ao país: a meta de vacinação contra o sarampo é de 95%, mas em 2017 a cobertura foi de 84,9% na primeira dose e de 71,5% na segunda, de acordo com o próprio Ministério da Saúde. E este é apenas um exemplo.

Vale destacar que o Sistema Único de Saúde, oferece vacinas, totalmente gratuitas, para todas as faixas etárias.

No último domingo, dia 9, foi celebrado o Dia da Imunização. Data criada com o objetivo de conscientizar a população sobre a importância de manter as principais vacinações contra certas doenças em dia, diminuindo a probabilidade de contrair enfermidades como a caxumba, o sarampo, o tétano, a gripe, entre outras.


Quer ser o primeiro a saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região? CLIQUE AQUI e receba direto no seu WhatsApp!