Saúde

Campanha Nacional Contra o Sarampo começa segunda-feira

De acordo com a supervisora de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde, enfermeira Ana Kneipp, Jaraguá do Sul disponibilizará a vacinação em todas as suas Unidades Básicas de Saúde com Sala de Vacinas durante o expediente de cada uma. Além disso, nas

02 Out 2019 - 11h07Por Da Redação
Campanha Nacional Contra o Sarampo começa segunda-feira - Crédito: Divulgação / Prefeitura de Jaraguá Crédito: Divulgação / Prefeitura de Jaraguá

Devido à situação epidemiológica em que se encontra o País, o Ministério da Saúde, juntamente com os estados e municípios, realiza a partir de segunda-feira (7) a Campanha Nacional Contra o Sarampo, que acontecerá em duas etapas. Essa primeira é destinada a crianças de seis meses a menores de cinco anos (quatro anos, 11 meses e 29 dias) e acontece durante o mês de outubro, tendo o terceiro sábado (19) como dia D, e encerramento no próximo dia 25. Já a segunda fase da campanha ocorrerá no período de 18 a 30 de novembro (que também será o dia D) e terá como público-alvo pessoas na faixa etária de 20 a 29 anos de idade.

De acordo com a supervisora de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde, enfermeira Ana Kneipp, Jaraguá do Sul disponibilizará a vacinação em todas as suas Unidades Básicas de Saúde com Sala de Vacinas durante o expediente de cada uma. Além disso, nas duas primeiras semanas da primeira fase da campanha, a Unidade Central de Imunização (na Rua Reinoldo Rau) adotará horário estendido até as 19 horas para facilitar o acesso à vacina.

Já para os moradores dos bairros Garibaldi/Santo Estêvão, Jaraguá 84, Jaraguá 99, Rio da Luz, Rio Molha, Rio Cerro II e Barra do Rio Cerro, a vacinação será concentrada na UBS da Barra a partir de segunda-feira (7). Ana Kneipp destaca que também haverá uma equipe da Secretaria de Saúde realizando vacinação contra o sarampo e febre amarela durante o evento Viva Mais Jaraguá, agendado para o próximo dia 12, na Arena. Ela orienta que é obrigatório apresentar a carteira de vacinação – seja nas unidades de saúde ou na Arena – para sua verificação e atualização.

ESTRATÉGIA – “Esses públicos foram priorizados para a participação nessa estratégia, considerando que estão entre os mais acometidos e com maior incidência da doença nos surtos registrados em 2019”, explica Ana Kneipp. A enfermeira acrescenta, que, entre os dois, a prioridade está voltada especialmente às crianças menores de cinco anos de idade, pois estão na faixa etária com maior número de internações e também apresentam mais risco de desenvolver complicações pelo sarampo, tais como cegueira, encefalite, diarreia grave, infecções no ouvido, pneumonias e óbitos.

SURTO – Conforme argumento do Ministério da Saúde, a vacinação de forma seletiva é uma estratégia diferenciada para interromper a circulação do vírus do sarampo no País, onde foram confirmados 10.330 casos em 2018. Desse total, a maior concentração ocorreu entre junho e agosto, com destaque pra julho, com 3.950 casos, o que equivale a 38,2%. Já este ano, no período de janeiro a setembro, houve a confirmação de 3.729 casos, apresentando o mesmo comportamento epidemiológico com menor número de registros de casos confirmados do que no ano passado.

SARAMPO – O sarampo é uma doença respiratória, exantemática aguda e extremamente contagiosa, que pode evoluir com gravidade e provocar complicações como pneumonia e encefalite. A transmissão ocorre de pessoa a pessoa, por meio de secreções expelidas ao tossir, espirrar ou falar. A distribuição é universal e acomete indivíduos de todas as idades. A transmissão acontece seis dias antes e quatro dias após o aparecimento de manchas vermelhas pelo corpo (exantema), sendo o período de maior risco dois dias antes e dois dias após o início do exantema.

Matérias Relacionadas

Saúde

Beber chá verde 3 vezes por semana reduz risco de derrame, diz estudo

A explicação está nos polifenóis, um poderoso antioxidante com ação nos vasos sanguíneos
Beber chá verde 3 vezes por semana reduz risco de derrame, diz estudo
Saúde

Jackson de Ávila quer ser o Secretário de Saúde

Jackson disse só precisa de seis meses no cargo para dar resultados como maior celeridade em exames e cirurgias eletivas e de média complexidade
Jackson de Ávila quer ser o Secretário de Saúde
Saúde

Santa Catarina recebe mais 28 mil doses da vacina pentavalente

Esse é o segundo lote de vacinas recebido pelo Estado neste ano
Santa Catarina recebe mais 28 mil doses da vacina pentavalente
Saúde

Costureira com problemas renais reclama de dificuldade para conseguir fazer exames

Ela conta que na semana passada, teve mais uma crise com muitas dores e procurou o Pronto Socorro do Hospital São José
Costureira com problemas renais reclama de dificuldade para conseguir fazer exames
Ver mais de Saúde