dengue
Saúde

Campanha de vacinação: Guaramirim terá horário diferenciado para atender pessoas acima de 60 anos

Objetivo é preservar a saúde destes pacientes, que são mais vulneráveis ao novo coronavírus (Covid-19)

19 Mar 2020 - 12h30Por Da Redação

Na próxima segunda-feira (23), inicia a Campanha Nacional de Vacinação contra a influenza (gripe) e Guaramirim está se preparando para atender o público-alvo, pessoas acima de 60 anos, em horário diferenciado devido a pandemia do coronavírus (Covid-19). As unidades de saúde do Centro, Avaí, Corticeira e Rio Branco estarão abertas das 17h30 até 20h30, para realizar exclusivamente a vacinação destas pessoas. Durante o dia, das 7h30 ao meio dia e das 13h às 16h30, as unidades abrem para fazer o atendimento às pessoas com sintomas gripais com febre e casos de urgência e emergência. A vacina contra a gripe não imuniza a população contra o coronavírus.

Conforme o secretário de Saúde, Marcelo Deretti, a adoção de um horário diferenciado para a vacinação contra a gripe tem o objetivo de evitar o contato dos idosos com pessoas possivelmente infectadas e assim, preservar a saúde dos mesmos.  “Assim, evitaremos a aglomeração de pessoas que procuram o posto de saúde por diferentes motivos e, neste horário disponibilizado, conseguimos atender exclusivamente o público-alvo da campanha”, diz. Ele reforça o pedido para que as pessoas acima de 60 anos procurem as unidades de saúde informadas no horário das 17h30 às 20h30 e que procurem ficar em casa o máximo possível, para evitar contágio da Covid-19.

Deretti pede ainda que a população respeite a orientação e o público-alvo da primeira fase da campanha e não procure as unidades para ver se consegue se vacinar, caso não tenha mais de 60 anos. A segunda fase da campanha inicia dia 16 de maio para professores de escolas públicas e privadas, profissionais das forças de segurança e salvamento, portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais. Já a partir de 9 de maio serão vacinadas as crianças de 6 meses a menores de 6 anos de idade, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), povos indígenas, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas, população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional, adultos de 55 a 59 anos e pessoas com deficiência física, visual, auditiva, múltipla, intelectual e mental.

A campanha segue até o dia 22 de maio, sendo 9 de maio, sábado, o dia “D” de imunização. Geralmente realizada no mês de abril, a campanha foi antecipada por conta da pandemia do novo coronavírus e é uma estratégia do Governo Federal para facilitar o trabalho das equipes de saúde no diagnóstico da Covid-19.

 

Etapas da campanha de vacinação:

1ª fase (a partir do dia 23/03): idosos com 60 anos ou mais e trabalhadores da saúde;

2ª fase (a partir do dia 16/04): professores de escolas públicas e privadas, profissionais das forças de segurança e salvamento, portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais;

- 3ª fase (a partir do dia 09/05): crianças de 6 meses a menores de 6 anos de idade (5 anos, 11 meses e 29 dias), gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), povos indígenas, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas, população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional, adultos de 55 a 59 anos de idade e pessoas com deficiência física, visual, auditiva, múltipla, intelectual e mental.

Matérias Relacionadas

Saúde

Santa Catarina recebe 15 mil doses de vacina contra a dengue

Os municípios da região estão na lista de contemplados
Santa Catarina recebe 15 mil doses de vacina contra a dengue
Segurança

Empresa que processava alimentos para a China é fechada em Massaranduba

Entre os produtos, foram encontrados bexiga natatória de peixe e barbatana de tubarão
Empresa que processava alimentos para a China é fechada em Massaranduba
Geral

Jaraguá do Sul ganha clínica especializada em aparelhos auditivos

Clínica Amplisul se instala em Jaraguá do Sul oferece aparelhos auditivos com alta qualidade, preços especiais e atendimento diferenciado.
Jaraguá do Sul ganha clínica especializada em aparelhos auditivos
Saúde

Santa Catarina deve decretar situação de emergência por conta de dengue

Estado registra 17.696 casos prováveis de dengue em 177 municípios catarinenses. Os dados mostram um aumento de 650% em relação ao mesmo período do ano passado
Santa Catarina deve decretar situação de emergência por conta de dengue
Ver mais de Saúde