Santa Catarina

Governo e Aneel firmam acordo para analisar potencial hidrelétrico de rio no Vale do Itajaí

Caso seja bem-sucedido, o projeto piloto será expandido para outros rios de Santa Catarina

15 Set 2019 - 15h00Por Da Redação
Governo e Aneel firmam acordo para analisar potencial hidrelétrico de rio no Vale do Itajaí - Crédito: Ricardo Wolffenbüttel / Secom Crédito: Ricardo Wolffenbüttel / Secom

O Governo do Estado e a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) assinaram na tarde desta quinta-feira, 12, um acordo de cooperação técnica para o primeiro inventário sobre o potencial hidrelétrico de um rio em Santa Catarina. Trata-se de uma parceria entre o órgão federal e o Instituto do Meio Ambiente (IMA) para realizar um mapeamento conjunto da bacia do Rio Itajaí do Norte, no Vale do Itajaí, e levantar quantas Pequenas Centrais Hidrelétricas (PCHs) o curso d´água pode receber com o mínimo de impacto ambiental. 

Caso seja bem-sucedido, o projeto piloto será expandido para outros rios de Santa Catarina. A ideia, segundo o governador Carlos Moisés, é trazer desenvolvimento econômico para regiões, normalmente pouco atrativas para investimentos, com o menor impacto possível para a natureza.

“Precisamos destravar o crescimento do nosso país. Ações como esta da Aneel nos ajudam a caminhar nesse sentido”, salientou o governador. 

Na visão do diretor-geral da Aneel, André Pepitone, o principal avanço com o inventário é a parceria entre a Agência e o órgão estadual ambiental. Anteriormente, eram realizados processos separados. O órgão nacional elaborava um estudo de aproveitamento hidrelétrico, mas que poderia ser barrado pelo Estado por conta do impacto ambiental. Agora, ao trabalharem juntos, a parceria reforça a segurança jurídica dos futuros investimentos. 

“A gente apresenta para a sociedade eixos que podem ser explorados trazendo segurança tanto para o setor elétrico quanto para o órgão ambiental. E quem se beneficia disso é o empreendedor, pois os eixos a serem disponibilizados já contam uma pré-viabilidade ambiental. Ganhamos também tempo e eficiência”, explica Pepitone. 

Para o presidente do IMA, coronel Valdez Rodrigues Venâncio, o acordo assinado é interessante pois existe a possibilidade de em um estudo prévio já se saber quase pontos do rio poderão ser utilizados para a produção de energia elétrica. Dessa maneira, evita-se que o governo federal ofereça algum lote que depois venha a ser barrado pela administração estadual.

“É um passo anterior. Nós já teremos a análise ambiental para saber o que pode ser feito naquele curso d´água. Vamos fazer desse piloto a possibilidade de se estender para outras regiões do Estado. Poderemos ter um mapeamento completo. Do ponto de vista ambiental, poderemos antever a capacidade de geração”, pondera Venâncio.

O aproveitamento do Rio Itajaí do Norte

No caso do Rio Itajaí do Norte, também chamado de Rio Hercílio, trata-se inicialmente de uma Revisão dos Estudos de Inventário, que preliminarmente identificaram um potencial para três Pequenas Centrais Hidrelétricas (PCHs). O principal aproveitamento desse trecho do rio em estudo refere-se a uma proposta de motorização de barragem e reservatório já existentes, implantados em 1992, para controle de cheias no Vale, em José Boiteux.


Quer ser o primeiro a saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região? CLIQUE AQUI e receba direto no seu WhatsApp!

Matérias Relacionadas

Saúde

Santa Catarina recebe mais 28 mil doses da vacina pentavalente

Esse é o segundo lote de vacinas recebido pelo Estado neste ano
Santa Catarina recebe mais 28 mil doses da vacina pentavalente
Política

Governadora em exercício tem audiência com presidente da República em Brasília

O presidente ressaltou que o trabalho tem sido intenso para resolver situações herdadas de anos anteriores
Governadora em exercício tem audiência com presidente da República em Brasília
Educação

IFC terá cadastro de reserva para cursos superiores

Cadastro de Reserva é uma lista de classificação da qual poderão ser convocados candidatos para preenchimento de vagas que surgirem até um mês após o início das aulas
IFC terá cadastro de reserva para cursos superiores
Saúde

Ministério da Saúde inclui Santa Catarina em alerta sobre a febre amarela

As regiões Sul e Sudeste do país sinalizam circulação do vírus da febre amarela em macacos, o que aumenta o risco de transmissão em humanos. População deve se vacinar neste verão
Ministério da Saúde inclui Santa Catarina em alerta sobre a febre amarela
Ver mais de Santa Catarina