Santa Catarina

Comissão do Impeachment indefere pedido de novo prazo de defesa da vice

Além da vice-governadora, o pedido de afastamento atinge também o governador Carlos Moisés da Silva (PSL) e o secretário de Estado da Administração, Jorge Eduardo Tasca

10 Set 2020 - 15h45Por Da Redação
Comissão do Impeachment indefere pedido de novo prazo de defesa da vice - Crédito: Bruno Collaço / AGÊNCIA AL Crédito: Bruno Collaço / AGÊNCIA AL

A Comissão Especial do Impeachment sobre a equiparação salarial dos procuradores do Estado indeferiu, nesta quinta-feira (10), um pedido da defesa da vice-governadora Daniela Reinehr (sem partido) de juntada de documentos e abertura de novo prazo de defesa. A decisão, na prática, mantém o cronograma de trabalhos aprovado na primeira reunião da comissão, com a leitura do relatório final prevista para a próxima terça-feira (15). Além da vice-governadora, o pedido de afastamento atinge também o governador Carlos Moisés da Silva (PSL) e o secretário de Estado da Administração, Jorge Eduardo Tasca.

De acordo com o presidente da comissão, deputado João Amin (PP), a Procuradoria Jurídica da Assembleia Legislativa já havia se manifestado pelo indeferimento do pedido da defesa da vice-governadora. “Mesmo assim, nós colocamos para discussão e votação para todos os membros dessa comissão especial, para que o processo seja sempre justo e transparente”, afirmou Amin.

Na discussão sobre o pedido, o relator da comissão, deputado Luiz Fernando Vampiro (MDB), opinou pelo indeferimento. “Nessa fase processual, não cabe a juntada de documentos”, disse Vampiro.

O relator-adjunto, deputado Jessé Lopes (PSL), destacou que o direito de defesa “tem sido garantido desde o início do processo” e também votou contra o pedido.

Relatório final
Na próxima reunião da comissão, está programada a apresentação e a votação do relatório final, que vai recomendar o acatamento ou não da denúncia contra o governador, a vice e o secretário. A reunião está marcada para a próxima terça-feira (15), às 9 horas.

Se for aprovado pelo colegiado, o relatório final será lido em sessão ordinária e publicado no Diário Oficial da Assembleia e transformado em um projeto de decreto legislativo (PDL). Decorridas 48 horas da publicação, o PDL será colocado para discussão e votação em Plenário, onde precisa de 2/3 dos votos dos deputados (27 votos favoráveis) para ser aprovado.


Quer ser o primeiro a saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região?CLIQUE AQUIe receba diretono seu WhatsApp! 

Matérias Relacionadas

Saúde

Ministro da Saúde visita Hospital Santa Isabel em Blumenau

Marcelo Queiroga foi recebido pelo Diretor de Operações da instituição
Ministro da Saúde visita Hospital Santa Isabel em Blumenau
Saúde

Jaraguá suspende aplicação da primeira dose de vacina contra a covid

Assim que receber nova remessa de vacinas do Governo do Estado, a Secretaria Municipal de Saúde retomará o Plano Nacional de Imunização Contra a Covid-19, seguindo as orientações do Ministério da Saúde
Jaraguá suspende aplicação da primeira dose de vacina contra a covid
Saúde

SC ultrapassa 5 milhões de doses aplicadas contra a Covid-19

O total de pessoas completamente imunizadas em Santa Catarina já é maior do que o número dos que foram infectados, desde o início da pandemia
SC ultrapassa 5 milhões de doses aplicadas contra a Covid-19
Geral

SC registra -8,9ºC e temperatura negativa em 69 cidades nesta sext

O início da próxima semana faz frio, mas não tão intenso como estes últimos três dias
SC registra -8,9ºC e temperatura negativa em 69 cidades nesta sext
Ver mais de Santa Catarina