POLÍTICA

Toffoli suspende decisão de Marco Aurélio e restabelece prisão em 2ª instância

19 Dez 2018 - 18h58Por Amanda Pupo e Rafael Moraes Moura

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, cassou nesta quarta-feira, 19, a decisão do ministro Marco Aurélio Mello, que havia suspendido a possibilidade de prisão após condenação em segunda instância. Toffoli acolheu recurso apresentado pela procuradora-geral da República, Raquel Dodge. Toffoli afirmou que "a decisão já tomada pela maioria dos membros da Corte deve ser prestigiada pela Presidência".

A suspensão da liminar irá vigorar até que o plenário do STF, composto por 11 ministros, julgue as ações que tratam da execução provisória da pena. A análise desses processos está marcado para o dia 10 de abril de 2019.

A chefe da PGR disse a Toffoli que a situação gerada pela liminar de Marco Aurélio era uma "evidente" afronta à segurança pública e a ordem pública.

Entre integrantes do tribunal, já havia uma expectativa de que Toffoli derrubaria a decisão do colega, que foi considerada muito abrangente, e uma "surpresa", já que, após diversos pedidos de Marco Aurélio, o presidente da Corte pautou o julgamento da prisão após condenação em segunda instância.

Ao Broadcast Político, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado, Marco Aurélio disse que não informou previamente o presidente da Corte, ministro Dias Toffoli, sobre a decisão que suspendeu a possibilidade de prisão após condenação em segunda instância. "Eu tenho de avisar alguém? O que é isso? Vamos respeitar as instituições pátrias, as decisões são autoexplicativas", disse o ministro à reportagem.

Indagado sobre a tendência do presidente do STF, ministro Dias Toffoli, de derrubar a sua decisão, Marco Aurélio desconversou: "Não sei, vamos aguardar. Que as instituições funcionem."

Logo após a decisão de Marco Aurélio, dezenas de manifestantes foram à Praça dos Três Poderes protestar contra a decisão do ministro. Um grupo menor de pessoas também foi à frente do STF para pedir a liberdade de Lula.

Matérias Relacionadas

Geral

Consórcio deve administrar castração de animais, informa vereador

Com o consórcio, todos os municípios da região do Vale do Itapocu vão poder participar.
Geral

Instituto Padre Aloísio recebe reconhecimento de utilidade pública

O Instituto fica na Paróquia Nossa Senhora do Rosário, no bairro Nereu Ramos, e está inserido na rota do turismo religioso catarinense, que, afirma Gadotti, está em crescimento
Instituto Padre Aloísio recebe reconhecimento de utilidade pública
Política

Reunião marca início de implantação do Sistema Legislativo Digital em Jaraguá

O Sistema vai permitir que todo o processo de tramitação dos projetos de lei e de outras matérias na Câmara seja realizado de forma 100% digital.
Reunião marca início de implantação do Sistema Legislativo Digital em Jaraguá
Política

Secretário e deputados discutem aperfeiçoamento do Prodec

A iniciativa visa tornar os benefícios do principal programa de incentivo ao desenvolvimento da indústria mais acessíveis ao investidor
Secretário e deputados discutem aperfeiçoamento do Prodec
Ver mais de Política