Delivery Much
POLÍTICA

Sudene busca como custear plano para o Nordeste

23 Mai 2019 - 12h30Por Ricardo Galhardo

O governo ainda não tem ideia do custo nem de onde vai tirar recursos para colocar em prática o Plano Regional de Desenvolvimento do Nordeste (PRDNE), cujo lançamento ocorre nesta sexta-feira, 24, durante a viagem do presidente Jair Bolsonaro ao Nordeste, a primeira depois de eleito à região onde ele recebeu menos votos e enfrenta os piores índices de avaliação.

"Não tenho como lhe dar uma ideia mais precisa (do custo). Temos muito caminho pela frente", disse Mario de Paula Guimarães Gordilho, que chefia a Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene). "Vamos ter que fazer uma articulação buscando todos os esforços dos Estados, municípios e União. Não tem nada definido. O BNDES pode entrar com recursos também. É uma estruturação maior que vai acontecer", completou.

O PRDNE prevê mais de 800 ações nos 11 Estados da região da Sudene (além dos nove do Nordeste, Minas e Espírito Santo), entre eles pontes, estradas, ampliações de portos, ferrovias, habitação, tecnologia e educação, no momento em que o governo faz um forte contingenciamento orçamentário.

O projeto elaborado depois de meses de conversas com todos os governos da região será votado nesta sexta na reunião do Conselho Deliberativo da Sudene com a presença de Bolsonaro e dos governadores, a grande maioria de oposição.

Governadores vão participar do encontro. "Eu irei porque a ideia do plano regional é boa. O problema é que o governo está perdido. Particularmente, não acredito que eles implementem o plano, mas só o fato de quererem aprovar já é bom", disse Flávio Dino (PCdoB), governador do Maranhão.

Bolsonaro deve aproveitar a viagem para anunciar a liberação de R$ 2,1 bilhões para o Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FDNE) e a criação de uma rede de fibra ótica nas 41 cidades-polo que serão priorizadas pelo PRDNE, além de entregar unidades do Minha Casa Minha Vida, mas deve ouvir cobranças e pedidos.

"Queremos retomar as obras paralisadas ou não iniciadas", afirmou o governador do Piauí, Wellington Dias (PT). "Então é hora de todo mundo descer do palanque e trabalhar muito."

O texto do PRDNE não foge da dificuldade de financiamento e traz um capítulo para tratar especificamente do tema. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Política

Prefeito de Massaranduba, Armindo Sésar Tassi, fala sobre inicio do mandato

Tassi participou ao vivo do Diário da Jaraguá desta sexta-feira (15)
Prefeito de Massaranduba, Armindo Sésar Tassi, fala sobre inicio do mandato
Política

Prefeitura de Jaraguá anuncia novos nomes do primeiro escalão

Os quatro novos integrantes da equipe comandarão as secretarias de Desenvolvimento Econômico, da Transparência e Integridade, e de Desenvolvimento Rural e Agricultura, bem como a Fundação Jaraguaense de Meio Ambiente
Prefeitura de Jaraguá anuncia novos nomes do primeiro escalão
Política

Prefeitura de Guaramirim anuncia secretariado

Os novos secretários municipais começam a atuar a partir da próxima semana.
Prefeitura de Guaramirim anuncia secretariado
Política

Vereadores e assessores terão apresentação institucional da prefeitura de Jaraguá

Áreas como contabilidade, orçamento, licitações estarão sendo apresentadas por servidores municipais, gerando um intercâmbio de informações e esclarecimento necessários para a atuação dos assessores e vereadores
Vereadores e assessores terão apresentação institucional da prefeitura de Jaraguá
Ver mais de Política