Imobiliária Coralli
Política

STF concede liminar à Alesc e processo de impeachment é retomado

Com a liminar concedida por Barroso, os prazos do processo de impeachment serão retomados. No momento, a Assembleia trabalha na formação da comissão especial que analisará as defesas de Moises, Daniela e Tasca.

14 Ago 2020 - 18h15Por Da Redação
Assembleia recorreu ao Supremo no dia 7 contra liminar concedida pelo TJ ao governador de SC - Crédito: Arquivo/Agência ALAssembleia recorreu ao Supremo no dia 7 contra liminar concedida pelo TJ ao governador de SC - Crédito: Arquivo/Agência AL

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso suspendeu nesta sexta-feira (14) os efeitos da liminar obtida pelo governador Carlos Moisés da Silva (PSL) junto ao Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC) que interrompeu o andamento do processo de impeachment contra o chefe do Executivo estadual, a vice-governadora Daniela Reinehr (sem partido) e o secretário Jorge Eduardo Tasca, em tramitação na Assembleia Legislativa.

No último dia 7, a Alesc entrou com uma reclamação no STF com o objetivo de derrubar a liminar obtida pelo governador no TJ no dia 5. Em mandado de segurança, Moisés contestava o rito do processo de impeachment, estabelecido pelo Ato da Mesa 221/2020, editado no dia 24 de julho. Na reclamação, a Assembleia, por meio de sua Procuradoria Jurídica, argumentou que segue o mesmo rito utilizado no processo de impedimento da ex-presidente Dilma Rousseff, em 2016.

Com a liminar concedida por Barroso, os prazos do processo de impeachment serão retomados. No momento, a Assembleia trabalha na formação da comissão especial que analisará as defesas de Moises, Daniela e Tasca.

De acordo com a Procuradoria Jurídica da Alesc, o prazo para a apresentação das defesas, suspenso durante a vigência da liminar, será retomado na próxima semana. Governador, vice e secretário têm 10 sessões ordinárias para apresentar a defesa à comissão da Alesc. O prazo inicial terminava em 25 de agosto, mas, em virtude da liminar concedida pelo TJ, esse prazo irá até 2 de setembro.

Marcelo Espinoza
AGÊNCIA AL

Matérias Relacionadas

Política

Kennedy Nunes será relator da denúncia no Tribunal Especial de Julgamento

Kennedy Nunes será relator da denúncia no Tribunal Especial de Julgamento
Política

Bolsonaro fará cirurgia em São Paulo nesta sexta

Presidente vai retirar um cálculo na bexiga
Bolsonaro fará cirurgia em São Paulo nesta sexta
Política

Tribunal Especial de Julgamento inicia trabalhos nesta sexta

Além da instalação da comissão, na reunião, será sorteado o relator da denúncia contra Moisés e Daniela, além da definição do roteiro de trabalhos do tribunal e dos prazos para julgamento.
Tribunal Especial de Julgamento inicia trabalhos nesta sexta
Política

Realização de debates deve seguir regras estabelecidas pela Justiça Eleitoral

Ressalta-se que os debates realizados durante o período eleitoral devem ser informados com antecedência à Justiça Eleitoral
Realização de debates deve seguir regras estabelecidas pela Justiça Eleitoral
Ver mais de Política