POLÍTICA

Site francês retira do ar texto que veicula notícia falsa

13 Mar 2019 - 08h40

O site de informações francês Mediapart decidiu nesta terça-feira, 12, retirar do ar o post escrito originalmente pelo documentarista e blogueiro belga-marroquino Jawad Rhalib com informações falsas distorcendo declarações da repórter do jornal O Estado de S. Paulo Constança Rezende. O post foi usado no domingo em uma publicação do site conservador Terça Livre, citado pelo presidente Jair Bolsonaro para atacar a imprensa.

A publicação original que acusou a repórter do Estado de tentar "arruinar" o governo de Jair Bolsonaro foi feita em um texto de Rhalib intitulado Para onde vai a imprensa?. Ele foi publicado em uma seção do site Mediapart chamada "Le Club", na qual seus assinantes podem manter blogs. Rhalib reagiu no Twitter à retirada do texto, afirmando ter sido censurado.

Sob o título "Mediapart apoia os jornalistas brasileiros diante das mentiras de Bolsonaro", o site francês diz que tomou a decisão porque as regras de "participação no Mediapart, que todo assinante se compromete a respeitar, vedam a difusão de 'notícias falsas'". Segundo o site, após a conclusão da verificação, ficou claro de que esse era o caso do post de Rhalib e, por isso, ele foi retirado do ar e "seu autor informado sobre a decisão".

O jornal informou ainda que, em razão da polêmica no Brasil nos últimos dois dias e para que cada leitor possa tirar suas conclusões, manteve um PDF com o post original anexado ao esclarecimento publicado nesta terça pelo site. No domingo, Bolsonaro havia endossado a tese publicada pelo blogueiro belga reproduzido pela site Terça Livre.

Questionado na terça se o presidente poderia fazer mea-culpa no caso, o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) voltou a atacar a jornalista. "Quem falta fazer mea-culpa é ela ou o Estadão e não agir dessa maneira corporativista. Até porque o próprio jornalista francês chegou à conclusão de que ela realmente não falou com essas palavras, mas ela está trabalhando lá para fazer o impeachment do presidente. A motivação dela não é um esclarecimento dos fatos e nem a busca em transmitir informação", disse ele. "A motivação dela é derrubar o presidente da República."

Rhalib, Terça Livre e Bolsonaro atribuíram falsamente à jornalista do Estado a declaração de que teria "intenção" de "arruinar Flávio Bolsonaro e o governo". Era isso que Rhalib afirmava falsamente, alegando que Constança havia dito isso em uma conversa gravada em que a repórter fala da cobertura jornalística das movimentações suspeitas de Fabrício Queiroz, ex-motorista do senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ). As gravações, no entanto, mostram que em nenhum momento ela fala em "intenção" de arruinar o governo ou o presidente.

Segundo o site francês, Constança em nenhum momento revela qualquer "motivação secreta para seu trabalho legítimo". "Ela só apura um caso possivelmente comprometedor para o presidente de seu País, baseando-se em documentos oficiais e, em nenhum momento, em informações inventadas como dá a entender Jawad Rhalib." O Estado procurou Rhalib, mas ele não respondeu aos contatos. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Política

MDB começa roteiro para escolha de candidato ao governo de SC

Sigla passa nesta sexta-feira e sábado pelas regionais de Jaraguá do Sul, Mafra, Canoinhas, Joinville
MDB começa roteiro para escolha de candidato ao governo de SC
Política

Tragédia no Oeste provoca debate sobre segurança em CMEIs na Câmara de Jaraguá

Vereadores trataram do assunto na sessão de terça-feira (4)
Tragédia no Oeste provoca debate sobre segurança em CMEIs na Câmara de Jaraguá
Política

Administração de Schroeder presta contas dos primeiros 100 dias de gestão

Durante o encontro, os associados da Acias fizeram alguns questionamentos e foram prontamente esclarecidos
Administração de Schroeder presta contas dos primeiros 100 dias de gestão
Política

Assinada ordem de serviço para obras de arte na BR-280, em Guaramirim

O ato ocorreu na manhã desta terça-feira (4) com a presença da governadora Daniela Reinehr
 Assinada ordem de serviço para obras de arte na BR-280, em Guaramirim
Ver mais de Política