Delivery Much
POLÍTICA

Sindifisco vê represália em mudança de MP

10 Mai 2019 - 08h29Por Lorenna Rodrigues

O presidente do Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais (Sindifisco), Kleber Cabral, disse nesta quinta-feira, 9, que a tentativa do Congresso de limitar a atuação da Receita Federal seria uma reação ao caso do ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF). Em fevereiro passado, a Corte abriu inquérito para apurar, entre outros fatos, o vazamento de que Gilmar era alvo de uma fiscalização preliminar do Fisco.

"Sempre condenamos o vazamento porque é direito do contribuinte o sigilo e atrapalha o próprio trabalho de fiscalização você vazar e o contribuinte ficar sabendo. Mas era um trabalho preparatório, não tinha investigação aberta. Já nos disseram claramente: vocês chegaram no STF, vai ter reação. Não ia ficar barato", disse Cabral, em entrevista ao Estadão/Broadcast. Procurado, o ministro Gilmar Mendes não se manifestou. Em fevereiro, o ministro disse ao jornal O Estado de S. Paulo que a Receita "não pode ser convertida numa Gestapo".

A alteração foi incluída na medida provisória da reforma administrativa - que ainda precisa passar em votação no plenário da Câmara e do Senado. Para Cabral, isso seria parte de um ataque à Receita por "poderosos afetados pelas investigações". "Tem um grupo de parlamentares expressivo, cerca de 100, que uma parte já foi autuada e outra está sendo fiscalizada pela Receita, tanto na Lava Jato quanto em outros ilícitos. Há um grupo que realmente se interessa em restringir atribuições da Receita", disse ele.

Pelo Twitter, o subsecretário de fiscalização da Receita, Iágaro Martins, afirmou que, pelo caráter interpretativo, a medida "tem o potencial de ser um torpedo nas ações criminais, como a Lava Jato e tantas outras em que auditores-fiscais identificam suspeitas de crimes". As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Política

MPSC arquiva investigação contra Moisés na compra dos respiradores

As investigações terão prosseguimento com relação aos demais investigados.
MPSC arquiva investigação contra Moisés na compra dos respiradores
Política

Jair Pedri fala sobre início do mandato na Câmara de Jaraguá

Parlamentar participou ao vivo do Diário da Jaraguá desta quarta-feira (27)
Jair Pedri fala sobre início do mandato na Câmara de Jaraguá
Política

Luiz Fernando Vampiro será o novo secretário da Educação de Santa Catarina

A data da posse ainda será definida.
Luiz Fernando Vampiro será o novo secretário da Educação de Santa Catarina
Economia

Guias do IPTU 2021 de Jaraguá devem ser enviadas pelo correio até 10 de fevereiro

Guias do IPTU 2021 de Jaraguá devem ser enviadas pelo correio até 10 de fevereiro
Ver mais de Política