Covid - 19
POLÍTICA

Se houver provas robustas contra Flávio Bolsonaro, Senado vai avaliar, diz Costa

16 Mai 2019 - 13h39Por Daniel Weterman

O líder do PT no Senado, Humberto Costa (PE), afirmou que a Casa poderá discutir as denúncias envolvendo o senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), filho do presidente Jair Bolsonaro, se as investigações do Ministério Público Rio avançarem para "provas robustas". Além disso, o petista reconheceu que há "cautela" entre os parlamentares ao abordarem o assunto.

"Sempre quando esses assuntos envolvem alguém do Senado, há uma certa cautela no tratar essas questões", disse Costa, nesta quinta-feira, 16, em entrevista coletiva. "À medida em que, de fato, existam provas robustas de que possa ter alguma irregularidade de qualquer prática de senador, aí sim, o Senado se manifesta", afirmou, lembrando que o caso poderia ir para o Conselho de Ética da casa em caso de "algum deslize ético ou quebra de decoro".

Na semana que vem, o PT no Senado deve discutir a situação envolvendo Flávio. Ainda não há uma decisão sobre como o assunto seria encaminhado na Casa.

Matérias Relacionadas

Política

Mulher de Queiroz volta para casa e cumprirá prisão domiciliar

Por decisão judicial, Márcia Aguiar usará tornozeleira eletrônica
Mulher de Queiroz volta para casa e cumprirá prisão domiciliar
Geral

Governo prorroga presença das Forças Armadas na Amazônia Legal

Operação Verde Brasil vai até 6 de novembro na região
Governo prorroga presença das Forças Armadas na Amazônia Legal
Política

CPI toma depoimento de empresário do ramo de importação e de auditor

CPI toma depoimento de empresário do ramo de importação e de auditor
Política

Celestino Klinkoski assume presidência da Câmara de Jaraguá do Sul

O vice-presidente será Marcelindo Gruner (PTB); a 1ª secretária será Natália Petry (MDB) e o 2º secretário, Dico Moser (MDB), que foi presidente do Legislativo no 1º semestre
Celestino Klinkoski assume presidência da Câmara de Jaraguá do Sul
Ver mais de Política