Política

Reunião discute reivindicações da região na área da Saúde com Governo do Estado

19 Mar 2021 - 17h30Por Janici Demetrio

Integrantes da Associação das Câmaras de Vereadores do Vale do Itapocu (Avevi) participaram na quinta-feira (18) de reunião com a superintendente de Planejamento em Saúde da Secretario de Estado, Carmem Regina Delziovo, onde encaminharam moções de apoio a hospitais da região, profissionais da Educação e Assistência Social. 

Na pauta da reunião estavam três demandas da região solicitadas pelos vereadores. 
 
RECLASSIFICAÇÃO DO SÃO JOSÉ 

A primeira demanda discutida foi a reclassificação do Hospital São José na Política Hospitalar Catarinense para receber mais verbas estaduais. O pedido foi feito pelos vereadores de Jaraguá do Sul através de uma moção – aprovada no dia 9 de fevereiro – e que solicita que o HSJ suba do nível 3 para o nível 4. Se esta mudança ocorrer, o Hospital poderá receber até R$ 1 milhão por mês em verbas do Governo do Estado. Hoje, classificado como nível 3, o HSJ só recebe repasses de até R$ 450 mil. 

Carmem Delziovo afirmou que a Secretaria de Saúde de Santa Catarina vai reavaliar todos os hospitais do estado na metade do ano de 2021 e que o São José de Jaraguá do Sul – se atender a todos os critérios – vai passar para o nível 4. Ela chegou a ressaltar que as chances de isso acontecer são grandes. Segundo a superintendente, o secretário da Saúde, André Motta Ribeiro, já recebeu a moção de apelo e está ciente da reivindicação. 
 
TOMÓGRAFO PARA O HOSPITAL SANTO ANTÔNIO 
A outra reivindicação da região é a da aquisição de um tomógrafo computadorizado para o Hospital Santo Antônio de Guaramirim. 
Carmem relatou que a região da Avevi realmente precisa de mais um tomógrafo, mas que isso vai ter que ser discutido mais adiante. Ela sugeriu que os pedidos continuem sendo feitos através de pressão política da comunidade para que, assim que houver verba disponível, a compra seja feita. 
 
EDUCAÇÃO E ASSISTÊNCIA SOCIAL NAS PRIORIDADES DA VACINA 

A última demanda discutida foi o pedido – encaminhado pela Avevi – para que profissionais da Educação e da Assistência Social estejam entre o público prioritário para a vacinação contra a Covid-19. A vereadora Nina Santin Camello (PP) também fez apelo pelos profissionais da Assistência Social. 

A superintendente advertiu que atualmente não há vacina suficiente nem mesmo para todos os profissionais da linha de frente de combate à Covid-19 e que futuramente – assim que a vacinação contemplar esses setores – os profissionais da Saúde e da Educação vão poder ser imunizados.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Política

CPI da Covid-19 pode ter sua primeira reunião na próxima semana

CPI da Covid-19 pode ter sua primeira reunião na próxima semana
Política

Caropreso pede que governo priorize solução para infestação de maruim

Deputado repercutiu assuntos tratados com secretário de Agricultura no norte catarinense e necessidade de reforço nas barreiras fitossanitárias
Caropreso pede que governo priorize solução para infestação de maruim
Política

Projeto pretende criar Regime Especial de Contratação de Mulheres Vítimas de Violência Domésticas

A redação do PL determina que o SINE de Jaraguá do Sul destine 10% das vagas mensais do mercado de trabalho para encaminhar mulheres do Regime Especial às entrevistas de emprego em Jaraguá
Educação

Vereadores aprovam R$ 5,9 milhões para ações na Educação em Jaraguá

O PL foi aprovado em votação única e vai destinar recursos para reformas de prédios, compra de materiais de trabalho e campanha de divulgaçãO
Vereadores aprovam R$ 5,9 milhões para ações na Educação em Jaraguá
Ver mais de Política