Dia internacional das Mulheres
POLÍTICA

Relator, Marco Aurélio vota para Justiça Eleitoral julgar crimes comuns

13 Mar 2019 - 17h40Por Amanda Pupo e Breno Pires

O ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), votou nesta quarta-feira, 13, para que a Justiça Eleitoral julgue crimes como corrupção e lavagem de dinheiro quando há conexão com delitos eleitorais, como caixa dois. A Procuradoria-Geral da República (PGR) defende que haja divisão, ou seja, que crimes comuns, como corrupção e lavagem, sejam julgados pela Justiça Federal, mesmo que estejam relacionados a fatos eleitorais.

Relator, Marco Aurélio foi o primeiro a votar no plenário, composto por 11 ministros. A posição do ministro já era conhecida dentro da Corte. Mello é um dos 5 ministros adeptos da teoria de que os casos em que há investigação de caixa dois, mesmo se envolverem corrupção e lavagem de dinheiro, devem ser julgados na Justiça Eleitoral. Com esse entendimento, a Segunda Turma já enviou casos de pelo menos 21 pessoas para a Justiça Eleitoral

No momento, quem vota é o ministro Alexandre de Moraes. O julgamento é considerado vital pela Operação Lava Jato. O principal argumento dos procuradores é o de que a Justiça Eleitoral não tem a estrutura adequada para processar crimes complexos como corrupção e lavagem.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Geral

Romeo Piazera Júnior, ex-presidente da OAB secção Jaraguá do Sul, morre aos 54 anos

Morte foi confirmada na tarde desta segunda-feira (8)
Romeo Piazera Júnior, ex-presidente da OAB secção Jaraguá do Sul, morre aos 54 anos
Saúde

Prefeitura de Jaraguá espera abrir novos leitos de UTI Covid-19 até quinta-feira

O prefeito Antídio Lunelli, sancionou as leis aprovadas na Câmara de Vereadores, em sessão extraordinária, que autorizam o repasse de recursos para a abertura de dez novos leitos de UTI no Hospital São José
Prefeitura de Jaraguá espera abrir novos leitos de UTI Covid-19 até quinta-feira
Política

Senado vai ouvir governadores e ministros sobre combate à pandemia

Colegiado também quer acompanhar imunização e compra de vacinas
Senado vai ouvir governadores e ministros sobre combate à pandemia
Política

Governo indica seis nomes para Conselho da Petrobras

Indicados serão apresentados à Assembleia Geral Extraordinária
Governo indica seis nomes para Conselho da Petrobras
Ver mais de Política