Política

Reforma administrativa divide opiniões entre executivo e legislativo

O prazo para que o prefeito Antídio Lunelli (MDB), sancione a tal reforma administrativa encerra no dia 7 de fevereiro e ele ainda não se manifestou oficialmente.

04 Fev 2020 - 07h30Por Sérgio Luiz
Reforma administrativa divide opiniões entre executivo e legislativo -

A reforma administrativa da Câmara de Vereadores de Jaraguá do Sul, aprovada em dezembro de 2019, está gerando muita discussão. Como o Tribunal de Contas de SC recomendou adequar o setor financeiro, os vereadores aproveitaram para criar funções gratificadas que vão turbinar os salários de outros profissionais. A Função Gratificada (FG), é aquela ocupada por servidor concursado que desempenha outra atividade dentro do setor onde atua. Na reforma em questão, foram criadas quatro FG’s, sendo: 

 

CARGO               SALÁRIO ATUAL (R$)    GRATIFICAÇÃO (R$)    TOTAL (R$) 

Aux.Informática            3.758,85                           2.985,18                   6.744,03 

Chefe.Informática         5.803,36                           3.354,69                   9.158,05 

Aux.Administ.               4.215,49                           2.985,18                   7.200,67      Assessor Imprensa      5.356,92                           2.985,18                   8.342,10         

De acordo com a assessoria jurídica da casa, a função gratificada evita a realização de concurso e pode ser retirada a qualquer momento, a depender da necessidade. No entanto, o prazo para que o prefeito Antídio Lunelli (MDB), sancione a tal reforma administrativa encerra no dia 7 de fevereiro e ele ainda não se manifestou oficialmente. Mas, no dia 23 de janeiro disse a nossa reportagem que não concorda com a medida.   

O vereador Jackson de Ávila que votou contra o projeto, disse que se trata de uma proposta imoral e espera que o prefeito vete a matéria.   

 O presidente do Legislativo, Izair Moser (PSDB), logo após a segunda sessão extraordinária da Câmara no dia 17 de janeiro, disse que caso a matéria seja vetada pelo prefeito, irá promulgá-la.  

JORNALISMO-04-02-DICO REFORMA  

Nesta terça-feira (4) às 15 horas, na prefeitura de Jaraguá, haverá a primeira reunião de trabalho do executivo com a base aliada na Câmara. Entro os assuntos que estarão na pauta de discussão, estará esse polêmico projeto aprovado pela maioria dos vereadores. Outra questão que o prefeito defende, é proibir que vereadores assumam cargos em secretarias. Que foi rejeitado em 2019, também por maioria. No mesmo dia às 17h, os vereadores retomam as atividades após o recesso parlamentar.

 

 

Matérias Relacionadas

Política

Caropreso comemora no Plenário licitação da revitalização da SC-110

Conforme o deputado, investimento do Estado previsto em rodovias na região da Amvali ultrapassará R$ 500 milhões
Caropreso comemora no Plenário licitação da revitalização da SC-110
Política

Prefeitos de Schroeder e de Guaramirim acertam detalhes sobre a obra da rua Rio de Janeiro

Obra será custeada por meio de emenda parlamentar do deputado federal Carlos Chiodini destinada a Guaramirim.
Prefeitos de Schroeder e de Guaramirim acertam detalhes sobre a obra da rua Rio de Janeiro
Geral

Cerimonial Especial marca a programação dos 145 anos de Jaraguá

A solenidade homenageou, com entrega de placas e flores, pessoas que integram a campanha de aniversário "Jaraguá do Sul, uma história inesquecível", instituições e profissionais dedicados à saúde e combate ao Coronavírus
Cerimonial Especial marca a programação dos 145 anos de Jaraguá
Política

Luciano Hang não descarta candidatura ao Senado

O empresário já foi filiado ao MDB, mas hoje está sem partido.
Luciano Hang não descarta candidatura ao Senado
Ver mais de Política