transito
POLÍTICA

'Quem é democrático não pode ficar chateado com manifestação', afirma Maia

28 Mai 2019 - 19h06Por Renato Onofre e Mariana Haubert

Um dos alvos da manifestações do último domingo, 26, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse que os atos são "legítimos" e quem é político não pode ficar "chateado" com atos democráticos. Maia avaliou nesta terça-feira, 28, que tanto as manifestações em apoio ao governo Jair Bolsonaro, e as ocorridas no dia 15, contra cortes na educação, mostram que a democracia brasileira está viva.

"Todo mundo é da política. E todo mundo é democrático. Quem é democrático não pode ficar chateado com manifestação. Se não, é melhor sair da política", afirmou.

Mais cedo, após reunião no Ministério da Economia, Maia admitiu que os movimentos passam mensagens que devem ser entendidas pela classe política. "Toda manifestação é legítima, democrática, mostra que a democracia está viva. Todas elas vêm com uma mensagem. Cada um tem que saber avaliar as mensagens, respeitando a posição de cada um", disse, completando: "Sempre que vem uma mensagem para a política, a política tem que estar conectada com a sociedade. Com a parte que foi domingo, com a parte que foi dia 15, com a parte que vai dia 30".

Nos atos de domingo, no Rio de Janeiro, manifestantes inflaram um boneco de Maia ao lado do "pixuleco" do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Matérias Relacionadas

Política

Obra na SC 108, em Guaramirim, será alvo de avaliação do Tribunal de Contas

TCE/SC faz levantamento em contratos e obras de infraestrutura no Estado que somam R$ 2,9 bilhões
Obra na SC 108, em Guaramirim, será alvo de avaliação do Tribunal de Contas
Política

Lunelli critica burocracia para liberação de recursos aos atingidos pelas enchentes

Parlamentar também destacou a importância da obra de dragagem autorizada pelo governo do Estado em Rio do Sul 
Lunelli critica burocracia para liberação de recursos aos atingidos pelas enchentes
Política

Em Brasília, Caropreso discute canabidiol e segunda língua estrangeira nas escolas

O parlamentar realizou reuniões com senadores e parlamentares para tratar de projetos de lei em tramitação no Congresso Nacional que tratam do uso medicinal da cannabis e do ensino de segundo idioma estrangeiro nas escolas
Em Brasília, Caropreso discute canabidiol e segunda língua estrangeira nas escolas
Geral

Senado aprova suspensão da dívida do RS com a União por três anos

Estado poderá direcionar R$ 23 bilhões para reconstrução
Senado aprova suspensão da dívida do RS com a União por três anos
Ver mais de Política