POLÍTICA

Procuradora recorre contra semiaberto para Luiz Estevão

19 Mar 2019 - 08h47

O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) recorreu da progressão de regime ao ex-senador Luiz Estevão para o regime semiaberto. Estevão foi condenado a 31 anos de prisão e ao pagamento de multa no valor de R$ 8 milhões por fraudes e desvios nas obras do Fórum Trabalhista de São Paulo. A Procuradoria argumentou que ele não pagou a multa e que o dano ao erário, de R$ 169 milhões, não foi ressarcido. A reportagem não conseguiu contato com a defesa do ex-senador. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Geral

Prefeito e vice participam da plenária da CDL de Jaraguá desta quarta

Eles falam sobre os projetos para a gestão 2021-2024.
Prefeito e vice participam da plenária da CDL de Jaraguá desta quarta
Economia

Presidente da Fapesc visita Jaraguá do Sul

Fábio Zabot Holthausen veio a Jaraguá para estreitar laços, trocar ideias e visitar, novamente, o Centro de Inovação - NovaleHub no bairro Três Rios do Sul.
Presidente da Fapesc visita Jaraguá do Sul
Política

Caropreso segue presidente da Comissão de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência na Alesc

O deputado José Milton Scheffer segue vice-presidente da comissão que será composta ainda pelos parlamentares Dirce Heiderscheidt (MDB), Fernando Krelling (MDB), Luciane Carminatti (PT), Marcius Machado (PL) e Marlene Fengler (PSD)
Caropreso segue presidente da Comissão de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência na Alesc
Política

Câmara aprova MP que facilita compra de vacinas contra covid-19

Texto segue para Senado
Ver mais de Política