Unimed - Capa
Política

Primeiro dia de transição em Jaraguá do Sul é tranquilo

06 Nov 2012 - 11h23

O secretário de Administração da Prefeitura de Jaraguá do Sul, Ivo Konell (PSD), e o presidente da comissão de transição do futuro governo, Ademir Izidoro (PP), comandaram a primeira reunião de trabalho, nesta segunda-feira. Konell colocou à disposição a estrutura administrativa para repassar toda e qualquer informação que a nova administração julgar necessário. A listagem com as solicitações já tinha sido entregue na dia 31 de outubro, quando houve o primeiro contato entre as duas equipes de trabalho. O secretário de Finanças, José Olívio Papp, também participou da reunião e antecipou que a situação financeira das prefeituras brasileiras é complicada neste fim de ano. Em Jaraguá do Sul, por exemplo, o diferença entre o que foi projetado de R$ 487 milhões e o que deverá ser arrecadado até o fim do ano será de aproximadamente R$ 30 milhões.

[jwplayer mediaid="68316"]

Os cortes que a prefeitura está fazendo, como o das funções gratificadas na última sexta-feira (2), devem gerar uma economia de R$ 8,5 milhões até dezembro desse ano. Alguns programas em andamento merecem atenção especial de acordo com Ivo Konell. É o caso do programa Nosso Asfalto, de responsabilidade da empresa Infrasul, tem vigência até 2016. O secretário alertou ainda para a precariedade do sistema de informática da Prefeitura. Outra questão que os novos administradores terão que encarar é no sistema educacional. Os profissionais Admitidos em Caráter Temporário foram todos dispensados neste mês. E para a retomada do ano letivo será preciso a contratação de novos professores. Uma sugestão cogitada na reunião foi chamar os aprovados no último concurso. O reajuste da tarifa do transporte coletivo foi outro assunto destacado no encontro. A empresa deve forçar o aumento no preço da passagem, passando a vigorar a partir do ano que vem. Foi sugerida uma reunião com as equipes de transição e representantes da empresa Viação Canarinho, para tratar dessas questões. A futura procuradora jurídica Fernanda Klitzke, considerou proveitosa a reunião, destacando que não houve dificuldade no acesso às informações. Mas é cedo para falar sobre isso. Pois o volume de informações que envolvem a prefeitura é muito grande e só depois de uma análise mais detalhada é que terá condições de emitir um parecer sobre a situação financeira e o andamento dos trabalhos no município.

(ROGÉRIO TALLINI / SÉRGIO LUIZ)

Matérias Relacionadas

Política

Governadora interina de SC suspende aumento dos procuradores

O tema é o alvo da denúncia do processo de impeachment que afastou Carlos Moisés da Silva
Governadora interina de SC suspende aumento dos procuradores
Política

Vereador pede vistas ao projetos da Reforma da Previdência do ISSEM

A sessão foi acompanhada por servidores, que se mobilizam contrários a aprovação dos projetos
Vereador pede vistas ao projetos da Reforma da Previdência do ISSEM
Política

Julgamento do 1º pedido de impeachment de Carlos Moisés ocorre na sexta-feira

Na sessão, cinco deputados e cinco desembargadores vão decidir se Moisés cometeu crime de responsabilidade na concessão do reajuste que visou à equiparação dos salários dos procuradores do Estado
Julgamento do 1º pedido de impeachment de Carlos Moisés ocorre na sexta-feira
Jaraguá do Sul

Reforma da Previdência dos servidores municipais pode ser votada ainda neste ano em Jaraguá

Sindicato convocou os servidores a se mobilizarem contra os projetos
Reforma da Previdência dos servidores municipais pode ser votada ainda neste ano em Jaraguá
Ver mais de Política