POLÍTICA

Presidente do Instituto Lula explica a militantes que ex-presidente não falará

02 Mar 2019 - 13h32Por André Ítalo Rocha

O presidente do Instituto Lula, Paulo Okamotto, explicou a militantes que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva não poderá falar com eles, uma condição imposta pela Justiça.

Lula participa neste sábado, 2, do velório do neto Arthur, que morreu aos sete anos vítima de uma meningite meningocócica. O velório ocorre em um local fechado do cemitério Jardim da Colina. Do lado de fora desse espaço, mas dentro do cemitério, centenas de militantes se aglomeram em solidariedade.

Okamotto saiu do local fechado para dar explicações após os militantes gritarem "Lula livre". Ele estava acompanhado da presidente nacional do PT, deputada federal Gleisi Hoffmann. Okamotto disse que família e amigos de Lula fariam uma oração pelo neto em despedida e pediu que os militantes fizessem o mesmo.

O ex-deputado federal José Genoíno deixou o local, mas não falou com a imprensa.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Política

Com absolvição, Moisés volta ao governo de SC

Por 6 votos a 4, o governador Carlos Moisés da Silva (PSL) foi absolvido da acusação de crime de responsabilidade na compra dos 200 respiradores não entregues pela empresa Veigamed.
Com absolvição, Moisés volta ao governo de SC
Política

Jaraguá do Sul e Guaramirim voltam a tratar da ponte da Zanotti

Prefeitos se reuniram nesta semana e querem definir melhor solução nos próximos 30 dias.
Jaraguá do Sul e Guaramirim voltam a tratar da ponte da Zanotti
Economia

Governo do Estado institui o Auxílio Catarina

Benefício emergencial será destinado a mais de 60 mil famílias em situação de vulnerabilidade social e econômica no estado
Governo do Estado institui o Auxílio Catarina
Política

Lunelli participa de encontro regional do MDB

Em Jaraguá do Sul, o encontro acontece hoje às 19h
Lunelli participa de encontro regional do MDB
Ver mais de Política