Imobiliária Coralli
Política

Prefeito Luiz Carlos Tamanini rebate denuncia de uso de poder econômico e político

29 Out 2012 - 18h14

A Justiça Eleitoral está investigando duas ações envolvendo o prefeito reeleito de Corupá, Luiz Carlos Tamanini e as Coligações PMDB-PSB e Viva mais Corupá. Nos processos movidos pela coligação Agora é a Vez do Povo, que tinha como candidatos à prefeitura, João Carlos Gottardi(PT) e seu vice Everaldo Mokwa(PP). Tamanini é denunciado por abuso da máquina administrativa aos gozar 45 dias de férias durante a campanha eleitoral, além de adotar conduta vedada ao desfilar no dia 7 de julho em carro aberto, durante a abertura do Bananalama. Hoje, o prefeito se manifestou sobre o assunto.

[jwplayer mediaid="68628"]

No caso de condenação, o prefeito pode ficar inelegível por três anos ou receber multa no valor de mil a cinquenta mil UFIRs ou ainda ter o registro ou diploma cassado.

Matérias Relacionadas

Política

Paulo Guedes anuncia novos secretários especiais

Diego Mac Cord e Caio Andrade assumem vagas de demissionários
Paulo Guedes anuncia novos secretários especiais
Guaramirim

CPI vai investigar abertura de rua em Guaramirim

De acordo com o vereador Ernesto, a resposta obtida da Prefeitura informava que esta rua não fazia parte desta administração, sendo uma obra particular
CPI vai investigar abertura de rua em Guaramirim
Política

TSE aprova resoluções com novas datas para o processo eleitoral

Devido à pandemia Congresso adiou o pleito para 15 de novembro
TSE aprova resoluções com novas datas para o processo eleitoral
Economia

STF aprova proposta orçamentária para 2021 de R$ 712 milhões

O valor foi corrigido pela inflação do ano passado
STF aprova proposta orçamentária para 2021 de R$ 712 milhões
Ver mais de Política