transito
POLÍTICA

Podemos entra no STF para que Coaf fique com Moro

29 Mai 2019 - 17h25Por Daniel Weterman

O Podemos entrou com uma ação no Supremo Tribunal Federal (STF) para garantir que o Conselho de Controle de Atividades Financeiras permaneça no Ministério da Justiça e Segurança Pública, pasta comandada por Sergio Moro.

O Congresso aprovou a reforma administrativa do governo, mas transferiu o órgão para o Ministério da Economia. Na terça-feira, 28, o Estadão/Broadcast adiantou que a legenda entraria na Justiça para que o Coaf fique com Moro caso o Senado confirmasse o texto da Medida Provisória 870 que a Câmara aprovou.

Na ação, o partido argumenta que a alteração no texto da MP é inconstitucional por afronta à separação de poderes e invasão da iniciativa legislativa privativa do presidente da República. Os advogados do Podemos afirmam que o Congresso Nacional não poderia modificar o texto porque caberia somente ao Planalto dispor sobre a administração pública federal e a organização dos órgãos.

O Podemos pediu ao STF que a Corte conceda uma medida cautelar para garantir que o Coaf seja mantido na estrutura do Ministério da Justiça e Segurança Pública com a composição, indicação e nomeação integrantes conforme texto original da MP 870, a primeira assinada pelo presidente Jair Bolsonaro.

Matérias Relacionadas

Política

Governo do Estado autoriza contratação do Plano Estadual de Logística de Transporte

O deputado estadual Antídio Lunelli, que também preside a Comissão de Transportes e Desenvolvimento Urbano da ALESC, esteve no evento, parabenizou o governo pela iniciativa e disse que a medida é essencial para desafogar
Governo do Estado autoriza contratação do Plano Estadual de Logística de Transporte
Política

STF extingue condenação por corrupção imposta a Dirceu na Lava Jato

De acordo com a decisão, o delito estava prescrito na data do recebimento da denúncia, o que invalida a condenação.
STF extingue condenação por corrupção imposta a Dirceu na Lava Jato
Política

Por unanimidade, TSE rejeita cassação de mandato de Sergio Moro

Para ministros, não há prova de uso irregular de recurso partidário
Por unanimidade, TSE rejeita cassação de mandato de Sergio Moro
Política

Prefeito e vice de São João do Itaperiú são denunciados pelo Ministério Público

Ambos foram presos na 5ª fase da Operação Mensageiro
Prefeito e vice de São João do Itaperiú são denunciados pelo Ministério Público
Ver mais de Política