transito
POLÍTICA

PF faz buscas em endereços ligados a Ciro Nogueira (PP)

22 Fev 2019 - 09h09Por Fabio Serapião e Fausto Macedo

A Polícia Federal (PF) realiza na manhã desta sexta-feira, 22, buscas em endereços ligados ao senador Ciro Nogueira (PP). Batizada de Compensação, a ação foi autorizada pela ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF), e tem como objetivo avançar nas investigações sobre os crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Cerca de 30 policiais federais cumprem sete mandados de busca e apreensão nas cidades de Teresina, Brasília e São Paulo. Segundo a PF, a investigação teve como origem os depoimentos prestados por colaboradores do Grupo J&F, dono da JBS, que afirmaram terem repassado cerca de R$ 43 milhões ao Partido Progressista, em pagamentos em espécie e doações oficiais, por intermédio do citado senador, em troca de apoio político do partido na campanha eleitoral para a eleição presidencial de 2014.

O caso está relacionado aos repasses da empresas para partidos e políticos com o objetivo de angariar apoio à candidatura à Presidência de Dilma Rousseff (PT).

"Verifica-se nos autos existência de indícios mínimos aptos a motivar a abertura de investigação no âmbito dessa Corte sobre o pagamento de vantagens indevidas, no ano de 2014 e 2017, em beneficio do Senador da Republica Ciro Nogueira Lima Filho para que seu partido apoiasse o governo nas eleições presidenciais, bem como não agisse contra a então Presidente Dilma Rousseff no processo de impeachment instaurado no Congresso Nacional", afirmou a procuradora-geral Raquel Dodge ao abrir a investigação.

Em nota sobre a operação, a PGR afirmou que os colaboradores narraram a compra de apoio político a partidos por meio de Ciro Nogueira e que "parte da propina paga ao partido do parlamentar foi viabilizada por meio de doações oficiais - simuladas - e outra parte no valor de R$ 5 milhões foi paga em espécie por meio de uma pessoa ligada ao senador."

A reportagem ainda não conseguiu contato com Ciro Nogueira. O espaço está aberto para a manifestação do senador.

Matérias Relacionadas

Política

Lunelli cobra instalação de equipamentos na Escola Professor Lino Floriani

Unidade atende quase 700 estudantes, que aguardam para usar os kits na rotina escolar
Lunelli cobra instalação de equipamentos na Escola Professor Lino Floriani
Política

Modal ferroviário é tema de debate na Assembleia Legislativa de Santa Catarina

Encontro foi proposto pelo deputado Antídio Lunelli, presidente da Comissão de Transportes e Desenvolvimento Urbano da Alesc
Modal ferroviário é tema de debate na Assembleia Legislativa de Santa Catarina
Saúde

Comissão de Saúde da Alesc aprova projetos que asseguram direitos à pessoa com autismo

Ambos os projetos são de autoria do deputado Vicente Caropreso (PSDB)
Comissão de Saúde da Alesc aprova projetos que asseguram direitos à pessoa com autismo
Política

Governo do Estado autoriza contratação do Plano Estadual de Logística de Transporte

O deputado estadual Antídio Lunelli, que também preside a Comissão de Transportes e Desenvolvimento Urbano da ALESC, esteve no evento, parabenizou o governo pela iniciativa e disse que a medida é essencial para desafogar
Governo do Estado autoriza contratação do Plano Estadual de Logística de Transporte
Ver mais de Política