Dia internacional das Mulheres
POLÍTICA

Oposição e centro articulam derrubada de isenção de visto para EUA

20 Mar 2019 - 23h51Por Mariana Haubert e Camila Turtelli

A insatisfação do Congresso com a forma como o governo tem tratado deputados e senadores levou os parlamentares a articular um "susto" para o Palácio do Planalto. Ao longo do dia, um grupo de deputados de partidos de centro e de oposição buscou apoio para pautar um requerimento de urgência para um decreto legislativo que derruba a isenção de visto para americanos. A medida foi anunciada nesta semana pelo presidente Jair Bolsonaro durante viagem a Washington (EUA).

A ideia começou a ganhar força ainda pela manhã e acendeu o alerta até mesmo no Itamaraty. Durante coletiva de imprensa do chanceler Ernesto Araújo, seus assessores já comentavam com preocupação os movimentos que aconteciam na Câmara. A ordem era para desarmar a bomba.

Os mentores do projeto levaram ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), o pedido para que ele pautasse o requerimento de urgência da proposta. Na avaliação do grupo, a aprovação de uma urgência de uma matéria tão delicada e importante como esta já bastaria para mandar um recado ao governo.

Maia, no entanto, pediu aos deputados para esperarem alguns dias para que o clima de desgaste visto no Congresso nesta semana pudesse diminuir. Ele também avaliou que não seria de bom tom pautar uma questão como esta no mesmo dia em que o próprio presidente esteve no Congresso para entregar o projeto de lei que trata da previdência dos militares.

O presidente da Câmara se reunirá nesta quinta-feira, 21, com o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, e talvez com o próprio Bolsonaro e, por isso, pediu para que seus colegas deixassem a questão para a próxima semana. O encontro, porém, não está confirmado ainda.

O projeto de decreto legislativo que susta o decreto presidencial foi apresentado pela deputada Marília Arraes (PT-PE). Além da dispensa de visto para americanos, o texto também beneficia cidadãos da Austrália, do Canadá e do Japão.

Fontes ouvidas pelo Broadcast avaliaram que se o projeto fosse colocado em votação nesta quarta-feira, 20, o governo tinha chances concretas de perder a votação.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Política

Projeto que institui "Parada Segura" em Jaraguá passa por 1a votação 

Com a Parada Segura, mulheres, pessoas com deficiência e idosos terão a possibilidade de descer do ônibus perto da residência ou em um local que se sentirem seguros
Projeto que institui "Parada Segura" em Jaraguá passa por 1a votação 
Saúde

Ministro da Saúde visita região Oeste de Santa Catarina nesta sexta

Eduardo Pazuello participa de compromissos com autoridades municipais e estaduais sobre ações de enfrentamento à pandemia de Covid-19 na região
Ministro da Saúde visita região Oeste de Santa Catarina nesta sexta
Política

Vereadora propõe atualização da Tarifa Social do Samae 

Hoje o desconto é de R$ 4,50. 
Vereadora propõe atualização da Tarifa Social do Samae 
Saúde

Covid-19: Lunelli busca estratégia conjunta com municípios do Norte de SC

Prefeito de Jaraguá do Sul conversou com representantes da Amunesc e Amvali 
Covid-19: Lunelli busca estratégia conjunta com municípios do Norte de SC
Ver mais de Política