Imobiliária Coralli
Política

OAB pode entrar com representação contra a prefeita

21 Mar 2012 - 12h14

Matéria publicada na edição on-line do jornal Diário Catarinense, na noite de ontem informa que o ato da prefeita de Jaraguá do Sul Cecília Konell em ter empregado durante a maior parte do mandato o marido Ivo Konell, como secretário de Administração e a filha Fedra Lúcia Konell de Alcântara, como chefe de gabinete, também virou motivo de mobilização na subseção da Ordem dos Advogados (OAB) de Jaraguá do Sul e da Comissão da Moralidade Pública da entidade. A OAB encaminhou na semana passada à procuradora de Justiça e coordenadora geral da Centro de Apoio Operacional da Moralidade Administrativa da Procuradoria Geral de Justiça, em Florianópolis, Vera Lucia Ferreira Copetti, uma representação para que avalie se cabe alguma ação criminal contra a prefeita por desrespeito a legislação municipal de prática de nepotismo. Como para acusações competentes à área criminal a liderança municipal tem foro privilegiado, o caso é analisado pela Procuradoria Geral de Justiça. Há 15 dias, a juíza Candida Brugnoli ordenou que a prefeita exonerasse o marido e a filha dos cargos. A magistrada acatou a denúncia da própria promotoria da Moralidade Pública de Jaraguá do Sul depois que o caso foi denunciado pelo presidente do Diretório Central dos Estudantes (DCE) da Católica de Santa Catarina, Luis Fernando Almeida. Fedra e Ivo Konell deixaram as funções no dia 7 de março.

(ROGÉRIO TALLINI)

 

Matérias Relacionadas

Política

Justiça Eleitoral já registrou 251 pedidos de candidaturas na microrregião

Os dados constam no sistema DivulgaCandContas, plataforma desenvolvida pelo TSE, e foram consultados na noite de segunda-feira (21).
Justiça Eleitoral já registrou 251 pedidos de candidaturas na microrregião
Política

Eleições 2020: 72 parlamentares vão entrar na disputa por prefeituras

Número segue a tendência das eleições de 2016
Eleições 2020: 72 parlamentares vão entrar na disputa por prefeituras
Política

Assembleia autoriza julgamento do governador e da vice no caso do reajuste dos procuradores

A autorização do julgamento não implica no afastamento imediato de Moisés e Daniela de seus cargos.
Assembleia autoriza julgamento do governador e da vice no caso do reajuste dos procuradores
Política

Alesc vota o impeachment de Carlos Moisés e Daniela nesta tarde

Na sessão, cada partido com representação na Alesc terá até uma hora para se manifestar sobre os projetos de decreto legislativo, que serão discutidos e votados em separado.
Alesc vota o impeachment de Carlos Moisés e Daniela nesta tarde
Ver mais de Política