POLÍTICA

Marun diz que argumento para prisão de Temer é 'festival de ilações'

22 Mar 2019 - 12h51Por Roberta Jansen

O ex-ministro da secretaria de governo de Michel Temer, Carlos Marun, chegou no fim da manhã desta sexta-feira, 22, à sede da Polícia Federal no Rio, onde o ex-presidente está preso desde a noite de Quinta-feira (21). Marun classificou a prisão de Temer como "um incrível erro do Judiciário" e disse ter esperança de que a decisão seja revista e o ex-presidente posto em liberdade.

O ex-ministro, que já tinha visitado Temer na noite de quinta-feira, chamou a argumentação dos procuradores para justificar a prisão preventiva do ex-presidente de "festival de ilações". "Neste momento não me interessa o que dizem os juízes e os procuradores. Quero saber o que eles provam."
Embora não seja advogado de Temer, Marun é advogado. Por isso, estaria recebendo permissão para visitar o ex-presidente.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Geral

Romeo Piazera Júnior, ex-presidente da OAB secção Jaraguá do Sul, morre aos 54 anos

Morte foi confirmada na tarde desta segunda-feira (8)
Romeo Piazera Júnior, ex-presidente da OAB secção Jaraguá do Sul, morre aos 54 anos
Saúde

Prefeitura de Jaraguá espera abrir novos leitos de UTI Covid-19 até quinta-feira

O prefeito Antídio Lunelli, sancionou as leis aprovadas na Câmara de Vereadores, em sessão extraordinária, que autorizam o repasse de recursos para a abertura de dez novos leitos de UTI no Hospital São José
Prefeitura de Jaraguá espera abrir novos leitos de UTI Covid-19 até quinta-feira
Política

Senado vai ouvir governadores e ministros sobre combate à pandemia

Colegiado também quer acompanhar imunização e compra de vacinas
Senado vai ouvir governadores e ministros sobre combate à pandemia
Política

Governo indica seis nomes para Conselho da Petrobras

Indicados serão apresentados à Assembleia Geral Extraordinária
Governo indica seis nomes para Conselho da Petrobras
Ver mais de Política