transito
Política

Lunelli critica burocracia para liberação de recursos aos atingidos pelas enchentes

Parlamentar também destacou a importância da obra de dragagem autorizada pelo governo do Estado em Rio do Sul 

16 Mai 2024 - 11h19Por Janici Demetrio
Lunelli critica burocracia para liberação de recursos aos atingidos pelas enchentes - Crédito: Divulgação Crédito: Divulgação

Em discurso na tribuna da Alesc, o deputado estadual Antídio Lunelli fez críticas ao governo federal em relação à morosidade na liberação de recursos para o estado do Rio Grande do Sul, que vem sendo atingido por uma enchente histórica nos últimos quinze dias. Até o momento, são mais de 600 mil pessoas desabrigadas e 447 municípios impactados. Ao todo, mais de 2,1 milhões de pessoas foram atingidas.

“O governo federal não pode ficar esperando que a burocracia siga o seu demorado curso, para então liberar dinheiro. Tem ministro esperando prefeito mandar ofício para só depois mandar ajuda. Mas em muitas cidades nem na prefeitura é possível entrar. Precisamos de agilidade no socorro. São tempos difíceis, de uma catástrofe sem precedentes, precisamos de competência e agilidade”, pontuou. 

O parlamentar citou ainda a situação dos catarinenses, relembrando que as chuvas também preocupam municípios historicamente castigados por cheias e citou a necessidade de prevenção para dar esperança e tranquilidade para quem vive nestas localidades. “O governador Jorginho Mello autorizou, no último fim de semana, o início das obras de dragagem do Rio Itajaí-Açu, em Rio do Sul. Medida importante e acertada para dar segurança aos moradores dessa região que tanto já sofreram. A adoção dessa e de outras ações foram temas de diversas iniciativas do meu gabinete porque sei que prevenção é essencial”, comentou o parlamentar.

Para finalizar a sua fala, Lunelli reforçou a solidariedade ao estado vizinho Rio Grande do Sul e fez um apelo para que entidades da sociedade civil, governos municipais, estaduais e federal, população e voluntários se unam em uma corrente de trabalho e eficiência.

“Precisamos pensar em soluções de modo global porque nosso estado também sofre com fortes chuvas. Inclusive os diversos segmentos da economia que levarão anos para se recuperar. O Rio Grande do Sul vai precisar de um plano de recuperação robusto”, finalizou.

Histórico de repasses 
Segundo a Confederação Nacional dos Municípios, nos últimos 11 anos, todos os desastres naturais que ocorreram no Brasil somados causaram prejuízos de R$ 680 bilhões. Nesse mesmo tempo, os sucessivos governos liberaram apenas R$ 3 bilhões em recursos para reconstrução.

Quer saber das notícias de Jaraguá do Sul e região? Participe dos nossos grupos do WhatsApp ou no Telegram

Sintonize, siga e curta a Rádio Jaraguá em todas as plataformas

Insta: @radiojaragua

Face: /fmjaragua

Site: www.diariodajaragua.com.br

Matérias Relacionadas

Política

Futuro secretário de Saúde diz que paciente precisa ter problema resolvido o mais rápido possível

Rogério Luiz da Silva assumirá a Secretaria de Saúde de Jaraguá do Sul nos próximos dias
Futuro secretário de Saúde diz que paciente precisa ter problema resolvido o mais rápido possível
Saúde

Prefeito anuncia novo secretário de Saúde de Jaraguá do Sul

Médico que atua há 27 anos no serviço público assumirá o cargo na semana que vem
Prefeito anuncia novo secretário de Saúde de Jaraguá do Sul
Segurança

Congresso derruba vetos de Lula e volta a proibir 'saidinha' de presos

A decisão dos parlamentares restringe ainda mais as saidinhas, porque também proíbe que os detentos deixem os presídios temporariamente para visitar a família
Congresso derruba vetos de Lula e volta a proibir 'saidinha' de presos
Política

PL de Guaramirim amplia conversa com partidos e com a comunidade

Sigla conta com o apoio do PRD, PSDB e Republicanos
PL de Guaramirim amplia conversa com partidos e com a comunidade
Ver mais de Política