Delivery Much
POLÍTICA

Kakay critica decisão que manda Temer de volta à prisão e rechaça argumento do MP

09 Mai 2019 - 15h34Por Amanda Pupo

O advogado criminalista Antônio Carlos de Almeida Castro, Kakay, criticou nesta quinta-feira, 9, a decisão que manda de volta à prisão o ex-presidente Michel Temer, pela Primeira Turma do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2). "É uma decisão teratológica (absurda). Os fundamentos usados atentam contra o Estado Democrático de Direito", disse Kakay à reportagem.

O criminalista, que é advogado de investigados pela Operação Lava Jato, rechaçou o argumento do Ministério Público de que a prisão preventiva é justificada porque o Supremo Tribunal Federal (STF) entende que o crime de lavagem é permanente enquanto houver movimentação do dinheiro. Para Kakay, a tese não pode ser usada para embasar um pedido de prisão, já que o entendimento do STF foi usado para evitar a prescrição dos processos.

"Não deram um único fundamento com base no artigo 312 do Código de Processo Penal (que prevê a prisão preventiva). Quando o STF julgou a tese do crime de lavagem de dinheiro discutiu tão somente em trazer isso para o conceito de prescrição. Estão usando de forma absolutamente errada, aí passamos a ter uma prisão preventiva obrigatória quando tivermos o crime de lavagem", observou o advogado.

Quando pediu novamente a prisão preventiva, a Procuradoria afirmou que um dos argumentos foi o entendimento "pacificado" no STF de que a lavagem de ativos é crime permanente enquanto valores ilícitos estiverem sendo ocultados. Temer é alvo da Operação Descontaminação, desdobramento da Operação Lava Jato no Rio para investigar supostos desvios em contratos de obras na usina Angra 3, operada pela Eletronuclear. Os investigadores apontam desvios de R$ 1,8 bilhão.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Política

Plenário da Alesc revoga prisão e afastamento do deputado Julio Garcia

Deputados aprovaram projeto que revogou os efeitos das decisões da juíza federal Janaína Cassol Machado que determinavam a prisão preventiva domiciliar e o afastamento de Julio Garcia (PSD) tanto do cargo de presidente da Alesc quanto do mandato
Plenário da Alesc revoga prisão e afastamento do deputado Julio Garcia
Política

Ouça a entrevista dos vereadores do MDB

Luís Fernando Almeida, Onésimo Sell e Osmair Gadotti participaram ao vivo do Diário da Jaraguá desta quinta-feira
Ouça a entrevista dos vereadores do MDB
Política

Biden anuncia retorno dos EUA ao Acordo de Paris

Presidente também assinou decretos relacionados à imigração
Biden anuncia retorno dos EUA ao Acordo de Paris
Política

Entrevista do vereador Jeferson Cardozo no Diário da Jaraguá

Parlamentar participou do jornal da Rádio Jaraguá na manhã desta quarta-feira (20)
Entrevista do vereador Jeferson Cardozo no Diário da Jaraguá
Ver mais de Política