Delivery Much
POLÍTICA

Justiça abre mais dois processos contra ex-tabelião de Guarulhos (SP)

27 Mai 2019 - 13h39Por Julia Affonso

A 8ª Vara Cível de Guarulhos abriu mais dois processos administrativos disciplinares contra o ex-chefe do 1º Tabelionato de Notas da cidade Archimedes Gualandro Júnior. O ex-tabelião já foi condenado pela 8ª Vara e pela Corregedoria-Geral do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) a pagar uma multa de R$ 300 mil por não repassar valores estabelecidos em lei em 2017.

Os dois novos processos foram instaurados em 14 de maio. O primeiro vai investigar supostas irregularidades nos anos de 2013 a 2016. O segundo é relativo a um período de 2018.

O cartório de Guarulhos é um dos três que foram alvo de apuração por um rombo de R$ 57 milhões ao Estado. Além do 1º Tabelionato de Notas da cidade, o 8º Tabelionato de Notas da Capital de São Paulo e o 2º Cartório de Registro de Imóveis de Santos também foram investigados por deixar de repassar valores devidos.

O Estado de São Paulo tem 1.545 cartórios extrajudiciais em funcionamento. A Lei 11.331, de 26 de dezembro de 2002, discrimina os valores que devem ser pagos pelos cartórios ao Estado - os chamados emolumentos relativos ao serviços notariais e de registro.

O primeiro processo administrativo foi instaurado contra Archimedes Gualandro Júnior em 25 de abril de 2018. O então tabelião foi citado pessoalmente no dia seguinte.

Em 28 de abril, foi publicada na imprensa oficial a aposentadoria do ex-titular do Tabelionato de Guarulhos. A defesa de Archimedes nega que a aposentadoria tenha relação com o processo administrativo.

O laudo pericial do segundo processo administrativo analisou os exercícios de 2013, 2014, 2015 e 2016 e apontou que o "total de diferenças de guias não apresentadas e/ou sem comprovante de recolhimento" chegou a R$ 3.651.392,32 em custas ao Estado, R$ 2.328.178,24 ao Instituto de Pagamentos Especiais de São Paulo (Ipesp) e R$ 122.403,78 à Santa Casa. O valor total de R$ 6.101.974,34, segundo o documento, não possui comprovação de pagamento.

Na decisão que abriu o novo processo, a Justiça afirma que "se revelam deveras significativas as múltiplas irregularidades apontadas e os valores que teriam sido indevidamente apropriados pelo ex-Tabelião de Notas no período de 2013 a 2016".

"O faturamento gerado naquela Unidade revela-se bastante expressivo e os ilícitos supostamente por ele praticados precisam ser melhor elucidados", afirma a decisão que abriu o primeiro procedimento.

O segundo processo vai analisar a "regularidade dos lançamentos e recolhimentos devidos relativos ao período de 1º de janeiro de 2018 a 15 de março de 2018". A perícia identificou que não foram recolhidos R$ 50.551,56 destinados ao Sindicato dos Notários e Registradores do Estado de São Paulo (Sinoreg).

"Conclui-se, ao menos na profundidade cognitiva adequada a este momento processual, pela inobservância ao dever funcional de distribuição dos recursos obtidos a título de emolumentos, nos termos da Lei Estadual nº. 11.331/2002 e legislação pertinente", aponta a decisão que instaurou o segundo processo.

A Justiça registrou no documento que há indícios de "sérias faltas funcionais cometidas pelo 1º Tabelião de Notas de Guarulhos, em inobservância ao dever de fazer cumprir as disposições legais relativas à distribuição dos recursos obtidos a título de emolumentos, de cumprir suas obrigações tributárias, de probidade, de transparência, de legalidade e de moralidade, em aparente afronta às instituições notariais e de registro".

"Extraem-se do aludido laudo pericial indícios materiais do cometimento de crimes contra a fé pública, contra a administração pública e contra a ordem tributária, a serem averiguados mediante procedimento próprio, pelas autoridades competentes", afirma a decisão.

Defesa

A reportagem está tentando contato com a defesa de Archimedes Gualandro Júnior. O espaço está aberto para manifestação.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Política

Prefeito de Massaranduba, Armindo Sésar Tassi, fala sobre inicio do mandato

Tassi participou ao vivo do Diário da Jaraguá desta sexta-feira (15)
Prefeito de Massaranduba, Armindo Sésar Tassi, fala sobre inicio do mandato
Política

Prefeitura de Jaraguá anuncia novos nomes do primeiro escalão

Os quatro novos integrantes da equipe comandarão as secretarias de Desenvolvimento Econômico, da Transparência e Integridade, e de Desenvolvimento Rural e Agricultura, bem como a Fundação Jaraguaense de Meio Ambiente
Prefeitura de Jaraguá anuncia novos nomes do primeiro escalão
Política

Prefeitura de Guaramirim anuncia secretariado

Os novos secretários municipais começam a atuar a partir da próxima semana.
Prefeitura de Guaramirim anuncia secretariado
Política

Vereadores e assessores terão apresentação institucional da prefeitura de Jaraguá

Áreas como contabilidade, orçamento, licitações estarão sendo apresentadas por servidores municipais, gerando um intercâmbio de informações e esclarecimento necessários para a atuação dos assessores e vereadores
Vereadores e assessores terão apresentação institucional da prefeitura de Jaraguá
Ver mais de Política