Joaçaba Pneus
Política

[ AO VIVO] Julgamento decide futuro do governador Carlos Moisés

A sessão ocorre por meio de videoconferência, em função das restrições impostas pela pandemia da Covid-19

07 Mai 2021 - 09h13Por Janici Demetrio
[ AO VIVO] Julgamento decide futuro do governador Carlos Moisés  - Crédito:  Ricardo Wolffenbüttel/Secom/Divulgação Crédito: Ricardo Wolffenbüttel/Secom/Divulgação

O Tribunal Especial de Julgamento realiza nesta sexta-feira (7) a sessão de julgamento do governador afastado Carlos Moisés da Silva (PSL) no impeachment referente ao caso dos respiradores. A sessão ocorre por meio de videoconferência, em função das restrições impostas pela pandemia da Covid-19. 

O tribunal é composto por 10 julgadores (cinco deputados e cinco desembargadores), presididos pelo desembargador Ricardo Roesler, que também é o presidente do Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC). Integram o colegiado os deputados Laércio Schuster (PSB), Valdir Cobalchini (MDB), Fabiano da Luz (PT), Marcos Vieira (PSDB) e José Milton Scheffer (PP), além dos desembargadores Luiz Zanelato, Sônia Maria Schmidt, Rosane Portela Wolff (que é a relatora do processo), Luiz Antônio Fornerolli e Roberto Lucas Pacheco.

Moisés será julgado pela suposta prática de crime de responsabilidade na aquisição fraudulenta dos 200 respiradores artificiais junto à empresa Veigamed, em abril do ano passado, com pagamento antecipado de R$ 33 milhões. Os equipamentos nunca foram entregues ao Estado e apenas parte do dinheiro pago por eles foi recuperado.

De acordo com a Lei Federal 1.079/1950, conhecida como Lei do Impeachment, Moisés teria cometido dois crimes de responsabilidade: ordenado despesas não autorizadas por lei ou sem observância das prescrições legais relativas às normas (artigo 11, item 1) e procedido de modo incompatível com a dignidade, a honra e o decoro do cargo (artigo 9º, item 7).

Para que o governador seja definitivamente afastado do cargo, é necessário que no mínimo sete (2/3) dos 10 julgadores do tribunal considerem que ele teve responsabilidade pela compra dos respiradores. Neste caso, além de ser destituído do cargo, ele também ficará inabilitado para o exercício da função pública por até cinco anos, conforme o artigo 78 da Lei 1.079/1950.

Se o número de votos pela condenação for seis ou menos, Moisés será absolvido e retornará imediatamente ao cargo de governador. Ele está afastado da chefia do Executivo desde 30 de março em virtude da aprovação, por 6 votos a 4, em sessão no dia 26 de março, do relatório que recomendou a instauração do processo de impeachment no caso dos respiradores.

 

Cobertura jornalística
Em função das restrições impostas pela pandemia, o acesso à sede da Assembleia Legislativa, onde a sessão de julgamento seria realizada de forma presencial, será limitado, inclusive aos profissionais de imprensa. Os jornalistas interessados em cobrir o evento terão um telão que será instalado no hall do Palácio Barriga Verde. Apenas dois profissionais por veículo de comunicação poderão acessar o local.

Roteiro
A sessão de julgamento terá início pela leitura dos pontos principais do processo. Após eventuais questões de ordem, o governador e os autores da denúncia poderão se manifestar por até 30 minutos cada e, sem seguida, ser interrogados pelo presidente do tribunal, pelos demais membros, pela defesa e pela acusação.

Terminadas as manifestações, serão realizados os debates orais. Defesa e acusação poderão usar a palavra por até 90 minutos, cada, com a possibilidade de réplica e tréplica para cada parte de 60 minutos.

Encerrados os debates, o presidente do tribunal chamará os 10 julgadores, um a um, para discutir o objeto da acusação. Findadas as discussões, Roesler apresentará relatório resumido dos fundamentos da acusação e da defesa, bem como as provas, para dar início à votação. Se houver necessidades de esclarecimentos, poderá ser concedida vista coletiva aos julgadores, pelo prazo de cinco dias. Para que a votação ocorra, é necessário quórum mínimo de 2/3 do tribunal (sete julgadores).

Participe dos Grupos de WhatsApp da Rádio Jaraguá

Matérias Relacionadas

Política

Começam as obras de recuperação dos acessos a "ponte baixa", em Corupá

Durante a execução dos trabalhos, que durarão aproximadamente 30 dias, o trânsito estará interrompido nos dois sentidos, entre as 8h e às 17h.  
Começam as obras de recuperação dos acessos a "ponte baixa", em Corupá
Política

Por pautas em conjunto, vereadoras do Vale do Itapocu fazem reunião

O objetivo do encontro foi o de aproximar as parlamentares da região em busca de formar um colegiado de vereadoras da Associação de Câmaras de Vereadores do Vale do Itapocu (Avevi) para trocar experiências
Por pautas em conjunto, vereadoras do Vale do Itapocu fazem reunião
Segurança

Projeto de duplicação da SC 108 deve ser licitado no fim do ano, afirma secretário

Ainda conforme o secretário de Infraestrutura de Santa Catarina, Thiago Vieira, o trecho a ser duplicado da SC-108 contará com 12 obras de artes especiais
Projeto de duplicação da SC 108 deve ser licitado no fim do ano, afirma secretário
Política

Jaraguá do Sul é o terceiro do Estado em Efetividade da Gestão Municipal

O índice é composto pela combinação de dados governamentais, dados de prestação de contas e informações levantadas a partir de respostas em sete questionários eletrônicos feitos pelo TCE
Jaraguá do Sul é o terceiro do Estado em Efetividade da Gestão Municipal
Ver mais de Política