Dia internacional das Mulheres
POLÍTICA

Empreiteiras transferiram dinheiro para Paulo Vieira no exterior, diz procurador

19 Fev 2019 - 12h39Por Lorenna Rodrigues

Três empreiteiras transferiram recursos para conta do ex-diretor da Dersa Paulo Vieira de Souza na Suíça, de acordo com o procurador da República Roberson Pozzobon. Paulo Vieira foi preso nesta terça-feira, 19, na 60ª fase da Operação Lava Jato, chamada de Ad Infinitum.

Segundo Pozzobon, a Camargo Correa transferiu US$ 309 mil em 2008, a Andrade Gutierrez US$ 643 mil também em 2008 e a Odebrecht US$ 275 mil em 2007. A suspeita é que Vieira tenha ajudado a lavar dinheiro no esquema de corrupção investigado utilizando contratos e joint ventures de fachada.

Os investigadores descobriram entre os documentos uma solicitação para entrega de um cartão de crédito aos cuidados do ex-ministro das Relações Exteriores e ex-senador Aloysio Nunes (PSDB-SP), vinculado às contas do esquema.

"Considerando essa solicitação do cartão de crédito, solicitamos autorização para mandados de busca e apreensão nos endereços do ex-chanceler", afirmou Pozzobon.

De acordo com o procurador, trata-se de um esquema criminoso "complexo" que demandou a cooperação de países como Suíça, Bahamas, Cingapura e Espanha, que forneceram extrato das movimentações financeiras dos investigados. Ainda há a suspeita de que parte do dinheiro tenha sido transferida para Hong Kong e Taiwan.

De 2010 a 2012, a Odebrecht pagou R$ 45 milhões em propina a agentes da Petrobras somente nesse braço da investigação. Também são investigados os supostos operadores do esquema Rodrigo Tacla Duran, Adir Assad e Álvaro Novis. "A relação entre os agentes criminosos e a Odebrecht vinha de outros carnavais. A partir de 2007, conseguimos identificar movimentações ilícitas entre eles", completou Pozzobon.

Defesas

A reportagem ainda não conseguiu contactar os citados. O espaço está aberto para as manifestações,

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Política

Projeto que institui "Parada Segura" em Jaraguá passa por 1a votação 

Com a Parada Segura, mulheres, pessoas com deficiência e idosos terão a possibilidade de descer do ônibus perto da residência ou em um local que se sentirem seguros
Projeto que institui "Parada Segura" em Jaraguá passa por 1a votação 
Saúde

Ministro da Saúde visita região Oeste de Santa Catarina nesta sexta

Eduardo Pazuello participa de compromissos com autoridades municipais e estaduais sobre ações de enfrentamento à pandemia de Covid-19 na região
Ministro da Saúde visita região Oeste de Santa Catarina nesta sexta
Política

Vereadora propõe atualização da Tarifa Social do Samae 

Hoje o desconto é de R$ 4,50. 
Vereadora propõe atualização da Tarifa Social do Samae 
Saúde

Covid-19: Lunelli busca estratégia conjunta com municípios do Norte de SC

Prefeito de Jaraguá do Sul conversou com representantes da Amunesc e Amvali 
Covid-19: Lunelli busca estratégia conjunta com municípios do Norte de SC
Ver mais de Política