vacina
POLÍTICA

Doria diz que Bolsonaro confirmou ida à China entre os dias 3 e 10 de agosto

23 Abr 2019 - 18h03Por Amanda Pupo e Felipe Frazão

Depois de participar de reunião com o presidente Jair Bolsonaro, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), disse que Bolsonaro "autorizou" que fosse confirmada a sua ida para a China - junto de Doria e de integrantes do governo -, entre os dias 3 e 10 de agosto. Ainda segundo Doria, Bolsonaro viaja em maio para Nova York (EUA), onde deve ficar de 13 a 15 do próximo mês. Sobre a visita à China, o tucano afirmou que o presidente irá participar da inauguração do escritório comercial de São Paulo em Shanghai no dia 9 de agosto. Doria disse ainda que, durante a viagem, é "possível" que a comitiva faça visitas a "novos potenciais investidores chineses" no Brasil.

"É um fato muito relevante que ele (Bolsonaro) confirma a ida em missão de negócios", disse Doria. "Presidente autorizou que confirmássemos a ida à China. Estaremos juntos na China de 3 a 10 de agosto, e o presidente vai participar também da inauguração do escritório comercial de São Paulo em Shanghai em 9 de agosto", disse Doria, citando que a líder do governo no Congresso, Joice Hasselmann (PSL), também participará da viagem, que contará também com a presença de "ministros e secretários vinculados às áreas de negócios, economia e do Itamaraty". Segundo ele, o roteiro deve começar em Pequim e terminar em Shanghai.

"Esse escritório de São Paulo será focado em geração de negócios para o Estado de São Paulo, incluindo os programas de desestatização - rodovias, ferrovias, hidrovias, aeroportos e portos -, além de investimentos no agronegócio, indústria, comércio, serviços e tecnologia", disse. Doria informou ainda que Bolsonaro confirmou presença na abertura da Agrishow (Feira Internacional de Tecnologia Agrícola em Ação) no próximo dia 29, que acontece em Ribeirão Preto (SP). A feira tem programação até o dia 3 de maio.

De acordo com o governo de São Paulo, em Nova York , Bolsonaro deve ser homenageado no dia 14 de maio como "Personalidade do Ano de 2019", nomeação feita pela Câmara de Comércio Brasil-Estados Unidos. "Este ano o ministro Sergio Moro (da Justiça e Segurança Pública) fará a entrega - como premiado do ano passado - ao presidente Bolsonaro", comentou Doria. Já no dia 15, ainda nos Estados Unidos, Bolsonaro deve participar, de acordo com o tucano, de um evento no Metropolitan Club, que deve contar com as presenças do ministro da Economia, Paulo Guedes, e dos líderes do Congresso e Senado, Rodrigo Maia (DEM-RJ) e Davi Alcolumbre (DEM-AP), disse Doria.

Matérias Relacionadas

Política

Filipe Luís é homenageado em sessão solene da Alesc

Moção entregue nesta segunda (20) foi proposta pelos deputados Antídio Lunelli e Dr. Vicente Caropreso
Filipe Luís é homenageado em sessão solene da Alesc
Política

Obra na SC 108, em Guaramirim, será alvo de avaliação do Tribunal de Contas

TCE/SC faz levantamento em contratos e obras de infraestrutura no Estado que somam R$ 2,9 bilhões
Obra na SC 108, em Guaramirim, será alvo de avaliação do Tribunal de Contas
Política

Lunelli critica burocracia para liberação de recursos aos atingidos pelas enchentes

Parlamentar também destacou a importância da obra de dragagem autorizada pelo governo do Estado em Rio do Sul 
Lunelli critica burocracia para liberação de recursos aos atingidos pelas enchentes
Política

Em Brasília, Caropreso discute canabidiol e segunda língua estrangeira nas escolas

O parlamentar realizou reuniões com senadores e parlamentares para tratar de projetos de lei em tramitação no Congresso Nacional que tratam do uso medicinal da cannabis e do ensino de segundo idioma estrangeiro nas escolas
Em Brasília, Caropreso discute canabidiol e segunda língua estrangeira nas escolas
Ver mais de Política