transito
Política

Comissão quer desburocratizar abertura de novas empresas

A Comissão tem 120 dias para emitir um parecer a ser votado no Plenário do Congresso Nacional.

15 Abr 2019 - 12h20Por Assessoria de Comunicação

O senador Jorginho Mello (PR) foi eleito o presidente da Comissão Especial para analisar a Medida Provisória 876/2019, que propõe alteração na abertura de Empresas Mercantis e Atividades Afins. Segundo o senador catarinense, é mais uma medida para “desburocratizar o pais que tem muitos papeis e pouca produção”. Caso aprovada, a MP vai reduzir o número de dias para abertura de empresas no País.
 
Segundo as regras propostas, este procedimento abrangerá apenas os atos de constituição do Empresário Individual, da Empresa Individual de Responsabilidade Limitada (EIRELI) e da Sociedade Limitada (LTDA). Esses tipos jurídicos representam 96% dos pedidos de registro de novas empresas, segundo a Federação Nacional de Juntas Comercias (FENAJU).
 
Comissão Especial
 
Jorginho Mello, que é presidente da Frente Parlamentar da Micro e Pequena Empresa, antecipou que tentará dar “ritmo acelerado” aos trabalhos da Comissão Especial. “O Brasil tem pressa em criar oportunidades de emprego para a população” alertou. A cada pequeno negócio aberto no país, são pelo menos cinco novos postos de trabalho no mercado, ressaltou o senador com base nos dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho.
 
Toda Medida Provisória proposta pelo Poder Executivo, ao ser protocolada no Congresso Nacional, tem de ser analisada por uma Comissão Especial formada por deputados federais e senadores. A Comissão tem 120 dias para emitir um parecer a ser votado no Plenário do Congresso Nacional. Esta iniciativa simplifica a tramitação do tema, pois não necessita passar pelas comissões temáticas das duas Casas – Câmara dos Deputados e Senado Federal.

 


Quer ser o primeiro a saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região? CLIQUE AQUI e receba direto no seu WhatsApp!

Matérias Relacionadas

Política

Lunelli cobra instalação de equipamentos na Escola Professor Lino Floriani

Unidade atende quase 700 estudantes, que aguardam para usar os kits na rotina escolar
Lunelli cobra instalação de equipamentos na Escola Professor Lino Floriani
Política

Modal ferroviário é tema de debate na Assembleia Legislativa de Santa Catarina

Encontro foi proposto pelo deputado Antídio Lunelli, presidente da Comissão de Transportes e Desenvolvimento Urbano da Alesc
Modal ferroviário é tema de debate na Assembleia Legislativa de Santa Catarina
Saúde

Comissão de Saúde da Alesc aprova projetos que asseguram direitos à pessoa com autismo

Ambos os projetos são de autoria do deputado Vicente Caropreso (PSDB)
Comissão de Saúde da Alesc aprova projetos que asseguram direitos à pessoa com autismo
Política

Governo do Estado autoriza contratação do Plano Estadual de Logística de Transporte

O deputado estadual Antídio Lunelli, que também preside a Comissão de Transportes e Desenvolvimento Urbano da ALESC, esteve no evento, parabenizou o governo pela iniciativa e disse que a medida é essencial para desafogar
Governo do Estado autoriza contratação do Plano Estadual de Logística de Transporte
Ver mais de Política