POLÍTICA

Câmara não conclui votação da reforma administrativa e nova sessão é convocada

22 Mai 2019 - 23h39Por Mariana Haubert e Renato Onofre

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), encerrou a sessão do plenário que analisava a medida provisória 870, que reestruturou o número de ministérios na gestão Jair Bolsonaro, sem concluir a sua votação. Uma nova sessão foi convocada para esta quinta-feira, 23, às 9h.

"O clima ficou pesado, achei melhor encerrar a sessão", disse Maia. Sua decisão foi tomada logo após um discurso inflamado ser feito pelo líder do DEM na Casa, Elmar Nascimento (BA), contra a estratégia encabeçada pelo PSL de prolongar a sessão e forçar a votação nominal de um destaque que trata da limitação de atuação dos fiscais da Receita Federal para que eles só possam atuar sobre crimes tributários.

O tempo regimental da sessão havia chegado ao limite. Normalmente, o presidente poderia convocar uma nova reunião, mas não o fez. Maia não quis comentar o discurso de seu correligionário.

Da tribuna, Elmar questionou qual era a posição oficial do governo sobre o tema e cobrou reconhecimento pela defesa que o partido tem feito das pautas econômicas. "Eu estava acreditando que estava votando com o governo. Não posso admitir uma proposta canalha. Tenho blindado aqui o ministro Paulo Guedes", disse.

O líder do DEM na Câmara também afirmou que muitos parlamentares votaram com o governo para manter o Coaf sob a guarda do Ministério da Justiça "por medo". O plenário da Casa, porém, aprovou a mudança e o órgão voltará para a pasta da Economia.

Matérias Relacionadas

Política

Prefeitos da região estão inseguros quanto ao Programa Recuperar do Governo do Estado

O governo do Estado, ficará responsável por fiscalizar os trabalhos, além de liberar os recursos para garantir o andamento das obras
Prefeitos da região estão inseguros quanto ao Programa Recuperar do Governo do Estado
Política

Ministro da Justiça participa do evento da ACAERT no dia 30 de setembro em Florianópolis

A palestra do ex-magistrado será às 10h30 do dia 30 de setembro, no auditório do Tribunal de Justiça de Santa Catarina TJSC, na capital
Ministro da Justiça participa do evento da ACAERT no dia 30 de setembro em Florianópolis
VÍDEO

Ações trabalhistas podem inviabilizar Prefeitura de Corupá

A ação coletiva foi movida por de atrasos em pagamentos
Ações trabalhistas podem inviabilizar Prefeitura de Corupá
Emenda Coletiva da Bancada 2020

Fórum Parlamentar Catarinense se reúne em Florianópolis para definir propostas

A iniciativa busca evitar a peregrinação a Brasília
Fórum Parlamentar Catarinense se reúne em Florianópolis para definir propostas
Ver mais de Política