Caraguá
Política

Câmara de Vereadores de Jaraguá passa a contar com Procuradoria da Mulher

A iniciativa pretende dar mais 'luz' às ações realizadas na cidade principalmente relacionadas à proteção de mulheres vítimas de violência doméstica

19 Ago 2021 - 11h30Por Janici Demetrio
Câmara de Vereadores de Jaraguá passa a contar com Procuradoria da Mulher  - Crédito: Divulgação Crédito: Divulgação

‘Ser referência na representação feminina em Jaraguá do Sul e buscar a ampliação e visibilidade das políticas públicas de defesa dos direitos das mulheres’. Esta será a missão, a partir de agora, das vereadoras Nina Santin Camello (PP) e Sirley Schappo (Novo). As duas tomarão posse, nesta quinta-feira (19), como procuradora e procuradora-adjunta, respectivamente, da Procuradoria da Mulher da Câmara de Vereadores.  

A iniciativa, que partiu de Nina e contou com o apoio de Sirley e do presidente da Câmara, Onésimo Sell (MDB), pretende dar mais ‘luz’ às ações realizadas na cidade – principalmente relacionadas à proteção de mulheres vítimas de violência doméstica -, além de promover discussões sobre o tema.  

Inclusive, assim que possível, será realizada uma mesa redonda com entidades representativas, polícias e Poder Executivo para avaliar o cenário em Jaraguá do Sul. O objetivo é reunir dados, analisar os números de casos de violência, identificar onde é preciso melhorar, para desenvolver um trabalho em rede entre todos os órgãos.  

“Nosso principal objetivo é atender mulheres que muitas vezes não se sentem à vontade em procurar diretamente a polícia ou o judiciário para falar sobre casos de violência. Vamos fazer aconselhamento e o encaminhamento ao órgão certo. Também vamos ter um papel informativo. Muitas vezes as mulheres não conhecem importantes ações que já são realizadas na cidade. Vamos mostrar que tem uma rede de apoio para ela”, explicou a vereadora Nina.  

As demandas também ajudarão as vereadoras a identificar pautas importantes e, consequentemente, a criar projetos de lei que possam trazer melhorias para as mulheres nas áreas da educação, saúde, segurança, entre outros.  

“Eu e Nina somos de partidos diferentes e mesmo assim encontramos muitas afinidades e muita vontade de atuar pela busca e manutenção dos direitos das mulheres. Com a Procuradoria, também pretendemos fortalecer o papel de liderança da mulher em nossa cidade, inclusive na política”, complementou Sirley.  

Neste primeiro momento, a Procuradoria não terá um espaço físico e nenhum cargo novo será criado para os atendimentos. O trabalho será realizado pelas equipes das vereadoras.  

Solenidade 

A solenidade de instalação e posse da Procuradoria ocorre de forma remota, pois ainda não está autorizada a presença do público no auditório da Câmara. Mas qualquer pessoa pode participar e assistir pelo Facebook ou Youtube oficial da Câmara, a partir das 19h desta quinta (19).  

A vereadora responsável pela Procuradoria da Mulher de Balneário Camboriú, Juliana Pavan, e o procurador-adjunto, Anderson Santos, estarão presentes e farão a posse oficial de Nina e Sirley. Ainda em junho, as vereadoras, junto de Onésimo Sell, foram até a cidade do litoral para conhecer o trabalho desenvolvido pelos colegas legisladores.  

Também foram convidados para participar de forma online membros do Executivo, ex-vereadoras, deputadas, entidades representativas, Polícias Militar e Civil, e o judiciário. A desembargadora Salete Sommariva, titular da Coordenadoria da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar (Cevid) do Tribunal de Justiça, que é referência no assunto no estado, e a vice-governadora de SC, Daniela Reinehr, também vão participar de forma remota.  

Matérias Relacionadas

Política

Entrevista com o novo presidente da Câmara de Guaramirim

Osvaldo Barbosa (PP) participou ao vivo do Diário da Jaraguá desta terça-feira (21).
Entrevista com o novo presidente da Câmara de Guaramirim
Esportes

Presidente Jair Bolsonaro sanciona Lei do Mandante

Medida trata dos direitos de transmissão de partidas de futebol
Presidente Jair Bolsonaro sanciona Lei do Mandante
Saúde

Cirurgias eletivas: Dr. Vicente cobra alteração na Política Hospitalar Catarinense

A medida é necessária para que o governo possa destinar  R$ 600 milhões para realização de mutirões de cirurgias eletivas
Cirurgias eletivas: Dr. Vicente cobra alteração na Política Hospitalar Catarinense
Saúde

Vereadores de Jaraguá aprovam mais R$ 4 milhões para leitos de UTI Covid-19

Essa já é a quinta vez em 2021 que os parlamentares aprovam recursos para manutenção de leitos de UTI Covid-19
Vereadores de Jaraguá aprovam mais R$ 4 milhões para leitos de UTI Covid-19
Ver mais de Política