Política

Câmara antecipa votação sobre número de cadeiras

09 Mai 2011 - 12h02



O presidente da Câmara de Vereadores de Jaraguá do Sul, Jaime Negherbon, do PMDB, afirmou na sexta-feira, 6, que a votação do projeto que altera o número de vereadores será em junho. No entanto, o que muda é a data da votação, agora antecipada para o dia 9. Ele também lembra que ainda não foi oficializado nenhum pedido de elevação de 11 para 15 cadeiras.

NOTÍCIAS ANTERIORES SOBRE O ASSUNTO

Na reunião plenária desta quarta-feira, o presidente da CDL, Wanderlei Passold, se posicionou contrário ao aumento no número de vereadores em Jaraguá do Sul. A opinião foi expressa diante do presidente da Câmara de Vereadores, Jaime Negherbon, do PMDB, que participou do encontro. Além disso, Passold apresentou uma sugestão ao Legislativo. O presidente da Câmara, Jaime Negherbon, disse na plenária que marcaria a data da votação e divulgaria ainda nesta quinta-feira. No entanto, ele não foi localizado para falar sobre o assunto.

NOTÍCIAS ANTERIORES SOBRE O ASSUNTO

O Projeto de Emenda à Lei Orgânica Municipal de Jaraguá do Sul, que altera o número de cadeiras na Câmara de Vereadores não será votado no dia 5 de maio, conforme estava previsto. Na noite de terça-feira, dia 26 de abril, os vereadores aprovaram um requerimento para transferir a votação do projeto para o mês de junho, em data ainda a ser marcada. Há nos corredores da Câmara o debate sobre a elevação de 11 para 15 e não para 19 vereadores. A medida seria para contentar os que defendem o aumento no número de cadeiras na Câmara e amenizar o impacto da matéria.


No último dia 11 de abril, o presidente do Legislativo, Jaime Negherbon, do PMDB, havia confirmado a data de 5 de maio para a votação. Conforme o vereador, o projeto não foi colocado em votação ainda para que os vereadores possam discutir com os seus eleitores e ouvir deles o que pensam sobre o tema polêmico. Jaime reafirmou que, por conta disso, não será necessário fazer mais uma audiência pública ou outro tipo de consulta à população. O interessante é que os jaraguaenses procurem os vereadores e manifestem sua posição em relação ao número de vagas na Câmara.

NOTÍCIAS ANTERIORES SOBRE O ASSUNTO

Dentre os vereadores ouvidos pela Jaraguá AM nesta terça-feira, e que votaram contra o projeto na primeira votação, dois deles deram a entender que podem estudar melhor o assunto e até mudar o voto. O mesmo fez o vereador José Ozorio de Avila, na sessão seguinte à primeira votação. Sendo assim, o projeto que elevaria de 11 para 19 o número de vereadores não passaria, já que precisa de oito votos para ser aprovado. Jaime Negherbon ainda destaca que continua crescente nos bastidores do Legislativo a proposta de se aumentar de 11 para 15 ou 17 vereadores, ao invés de 19. Jaime Negherbon parabenizou a população e a Rádio Jaraguá pela iniciativa de provocar a audiência pública desta semana.

NOTÍCIAS ANTERIORES SOBRE O ASSUNTO

A mobilização, iniciada pela Jaraguá AM, e encampada pela Acijs, Apevi, OAB, DCE da Unerj e outras entidades e lideranças, serviu para alertar aos vereadores sobre o descontentamento da sociedade com a classe política. As manifestações da maioria dos presentes na audiência foram pela manutenção dos 11 vereadores. Nesta manhã, a nossa reportagem ouviu a opinião dos vereadores sobre a audiência pública. Ademar Braz Winter, do PSDB, foi o único que não esteve na audiência pública, por estar se recuperando de um acidente de trabalho. No entanto, ele reafirmou que é a favor do aumento no número de vagas na Câmara.


O vereador Lorival Demathê, do PMDB, votou contra o aumento de vagas na primeira votação e reafirmou que continuará mantendo o posicionamento.

Outro que não pretende mudar o posicionamento na segunda votação é o petista Justino da Luz, que avalia a audiência pública.

O comunista Jean Carlo Leutprecht, também afirma que não pretende mudar o voto.

Também foi favorável na primeira votação e promete repensar o assunto é o vereador do Partido Verde, Amarildo Sarti.

O petista Francisco Alves admitiu a possibilidade de avaliar o clamor da sociedade para a segunda votação do projeto.

O presidente da Câmara de Vereadores, Jaime Negherbon, conversou com nossa reportagem agora a pouco e comentou os resultados da audiência pública, antecipando que ainda não sabe quando o projeto de Emenda à Lei Orgânica será votado pela segunda vez. No entanto, revela que um plebiscito pode acontecer para que a população decida sobre o assunto.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Política

Lunelli e Franzner recebem comitiva liderada pelo prefeito de Joinville

Adriano Silva elogiou ações desenvolvidas em Jaraguá do Sul
Lunelli e Franzner recebem comitiva liderada pelo prefeito de Joinville
Política

Deputado visita Corupá e recebe reivindicação de Raio X para PA 24h

O atual aparelho que está no PA é emprestado
Deputado visita Corupá e recebe reivindicação de Raio X para PA 24h
Política

Luciano Hang pede que audiência com ex-presidente Lula seja presencial

Lula processou Hang por danos morais e pediu R$ 100 mil de indenização pelos aviões que sobrevoaram o Litoral de SC com faixas durante a temporada 2019-2020
Luciano Hang pede que audiência com ex-presidente Lula seja presencial
Política

Câmara do Rio desliga Dr. Jairinho de Comissão de Justiça

Parlamentar é suspeito da morte do menino Henry
Câmara do Rio desliga Dr. Jairinho de Comissão de Justiça
Ver mais de Política