Dia internacional das Mulheres
POLÍTICA

Bolsonaro tem como lema 'tudo pela paz'; ele vai buscar a paz, diz porta-voz

25 Mar 2019 - 21h51Por Julia Lindner e Anne Warth

A troca de farpas entre o presidente Jair Bolsonaro e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), é coisa do passado. Segundo o porta-voz da Presidência, Otávio do Rêgo Barros, Bolsonaro tem como lema "tudo pela paz". "Ele vai buscar a paz", disse Rêgo Barros ao ser questionado sobre as rusgas entre Bolsonaro e Maia. Mais cedo, em reunião com ministros, o presidente passou a orientação para que busquem a "pacificação" com a Câmara.

"Nosso presidente não foi boina azul (que identifica tropas das Forças de Paz da ONU), mas tem como tema tudo pela paz fim de interlocução, convencer e até aceitar ser convencido sobre planos de governo", disse. O porta-voz também falou que o clima é "ótimo". "Classificação de clima não é azedo, mas outono, verão, inverno...", reagiu o porta-voz ao questionamento da imprensa.

Rêgo Barros desconversou, no entanto, ao ser questionado sobre a previsão de um encontro entre Bolsonaro e Maia. Indagado sobre o assunto, respondeu que Bolsonaro "fará todos os esforços para que a proposta da Previdência avance sob a batuta o Congresso", mas entende que é "parte da solução" para garantir a aprovação. Uma das demandas de Maia e de parlamentares é que Bolsonaro assuma a articulação e não transfira esse papel para os congressistas.

Mais cedo, o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, foi escalado como "tradutor" de Bolsonaro em almoço com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), para acalmar os ânimos.

Embaixada em Israel

A eventual mudança da embaixada do Brasil em Israel de Tel Aviv para Jerusalém é algo que "merece um estudo mais aprofundado" e não deve ser anunciada na visita presidencial a Israel, disse o porta-voz. Esse estudo, segundo ele, se dará "ao longo do tempo e no tempo necessário".

O presidente Bolsonaro deve viajar a Israel no próximo sábado, 30. O retorno está previsto para terça-feira, 2. A programação ainda não foi definida. O porta-voz não informou também os integrantes da comitiva que vão acompanhar Bolsonaro.

A mudança da embaixada do Brasil em Israel foi uma promessa de campanha de Bolsonaro. Somente Estados Unidos e Guatemala transferiram suas embaixadas para Jerusalém, cidade sagrada para cristãos, judeus e muçulmanos. A maioria dos países mantém embaixadas em Tel Aviv, capital comercial de Israel.

O reconhecimento de Jerusalém como capital de Israel pode gerar atritos com palestinos e com a comunidade árabe - um dos principais parceiros comerciais do Brasil. Por outro lado, essa medida agradaria a uma parte das comunidades judaica e evangélica, base de apoio de Bolsonaro.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Política

Projeto que institui "Parada Segura" em Jaraguá passa por 1a votação 

Com a Parada Segura, mulheres, pessoas com deficiência e idosos terão a possibilidade de descer do ônibus perto da residência ou em um local que se sentirem seguros
Projeto que institui "Parada Segura" em Jaraguá passa por 1a votação 
Saúde

Ministro da Saúde visita região Oeste de Santa Catarina nesta sexta

Eduardo Pazuello participa de compromissos com autoridades municipais e estaduais sobre ações de enfrentamento à pandemia de Covid-19 na região
Ministro da Saúde visita região Oeste de Santa Catarina nesta sexta
Política

Vereadora propõe atualização da Tarifa Social do Samae 

Hoje o desconto é de R$ 4,50. 
Vereadora propõe atualização da Tarifa Social do Samae 
Saúde

Covid-19: Lunelli busca estratégia conjunta com municípios do Norte de SC

Prefeito de Jaraguá do Sul conversou com representantes da Amunesc e Amvali 
Covid-19: Lunelli busca estratégia conjunta com municípios do Norte de SC
Ver mais de Política